O processo de desbaste à luz da gestão da informação: o caso de uma biblioteca universitária

  • Joyanne de Souza Medeiros UFRN
  • Andrea Vasconcelos Carvalho UFRN

Resumo

Relaciona o processo de desbaste de coleções com o modelo de gestão da informação. A gestão de coleções é o gerenciamento do acervo de uma biblioteca. Por sua vez, o desbaste é a etapa responsável pela renovação do acervo, com a retirada de materiais das estantes, a fim de promover espaço para novos documentos. Pensando na qualidade do acervo e na necessidade da comunidade, que se atualiza continuamente, evidencia-se que a prática do desbaste tem papel relevante na formação de um acervo. Dessa maneira, aqui, são apresentadas as etapas para desempenhar o desbaste, correlacionadas às fases da gestão da informação propostas por Davenport (1998), a saber: determinação das exigências, obtenção, distribuição e uso da informação. Nos procedimentos metodológicos, é apresentado um estudo de caso em uma biblioteca universitária que apresenta uma situação favorável para estudar o desbaste, diante do qual se tenta especificar os passos adotados em cada uma das etapas vivenciadas no local. Por fim, ressalta-se que, para abiblioteca dispor de um acervo atualizado e que possa atender ao público, a gestão de coleção vem a ser uma atividade que merece atenção por parte do bibliotecário.   Palavras-chave: Gestão de Coleções. Desbaste. Gestão da informação. Biblioteca universitária.   Link: https://periodicos.ufrn.br/informacao/article/view/15925/12298  

Biografia do Autor

Joyanne de Souza Medeiros, UFRN
Mestre em Gestão da Informação e do Conhecimento Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN, Brasil
Andrea Vasconcelos Carvalho, UFRN
Doutora em Sistemas de Informação e Documentação Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN, Brasil
Publicado
2020-03-27
Seção
Resumos de artigos científicos