Vocabulário controlado para arquivos: análise de viabilidade e propostas

  • Luciana Davanzo
  • Walter Moreira

Resumo

Essa pesquisa refere-se a uma dissertação de mestrado onde notou-se que o aumento informacional existente nas organizações exige melhores formas de tratamento informacional. Por isso, a arquivologia sente a necessidade de usar instrumentos que forneçam subsídios para a organização e recuperação da informação. Nesse cenário informacional, como problemática subjacente a essa pesquisa questiona-se: como contribuir com a representação da informação de forma que esse processo seja mais qualitativo? Objetivou-se, a partir de literaturas acerca da temática proposta, demonstrar os motivos pelas quais a arquivologia pode fazer uso dos vocabulários controlados em relação as suas teorias, práticas e metodologias. Para o desenvolvimento desse estudo foram realizadas pesquisas em algumas bases de dados brasileiras (BRAPCI, SCIELO) com o objetivo de embasar a revisão de literatura sobre a temática proposta. Foram utilizadas também as normas ANSI/NIZO Z 39.19-2005 (R2010) e a ISO 25964-2011 para respaldar os componentes normativos dos vocabulários controlados. Os resultados indicam que a arquivologia pode se beneficiar da instrumentalidade dos vocabulários controlados, pois, o vocabulário controlado pode contribuir de maneira significativa em relação aos processos de representação da informação.

Palavras-chave: Arquivologia. Normas de descrição arquivística. Vocabulários controlados. ANSI/NISO Z.39.19-2005 (R 2010). ISO 25964-2011.

Link: https://agora.emnuvens.com.br/ra/article/view/792

Publicado
2020-03-27
Seção
Resumos de artigos científicos