Gestão Documental em Empresas Juniores: um desafio constante

Resumo

Apresenta a gestão documental e as funções arquivísticas no âmbito das empresas juniores. Essas organizações possuem alta rotatividade de pessoal, o que leva a dificuldades para gerir os recursos informacionais e construir uma base de conhecimentos que perdure a cada mudança de diretoria, comprometendo, assim, a memória organizacional. O estudo de abordagem qualitativa, de objetivo exploratório e descritivo, mostra experiências referentes à gestão documental de duas empresas juniores de diferentes perfis, tratando mais detidamente das funções arquivísticas de produção, classificação, descrição e difusão. Os dados obtidos demonstram que, independentemente da instituição de ensino superior, do tamanho da empresa, do tempo de existência, ou mesmo da localização geográfica e da respectiva Federação Estadual de Empresas Juniores à qual são associadas, as empresas juniores possuem desafios que se repetem, assim como soluções que podem ser compartilhadas e replicadas ou adaptadas, não somente por empresas do mesmo perfil, como também por outros tipos de organização.

Biografia do Autor

Mariene Alves do Vale, Universidade Federal de Santa Catarina
Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (UFSC) Especialista em Gestão de Negócios | Bacharel e Licenciada em Psicologia (UFMG)
Ana Clara Cândido, Universidade Federal de Santa Catarina

Professora do Departamento de Ciência da Informação e do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Antonio Rodrigues de Andrade, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

Professor do Departamento de Ciências Sociais e do Programa de Pós-graduação em Saúde e Tecnologia em Espaços Hospitalares da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO)

Publicado
2020-09-21
Seção
Pesquisas em andamento