A Extensão biblioteconômica no nordeste do Brasil: mapeamento dos programas e projetos com temáticas sociais

  • Elieny do Nascimento Silva Universidade Federal do Cariri
  • Maria Isabel de Jesus Sousa Barreira Universidade Federal da Bahia

Resumo

Aborda sobre a Extensão como pilar essencial no fortalecimento do processo de ensino e aprendizagem do futuro bibliotecário. Para alcance desse objetivo foram  mapeadas as universidades que desenvolvem ações extensionistas, nas modalidades programas e projetos no Nordeste brasileiro. Enfatiza que a responsabilidade social das instituições de ensino superior vai além de uma formação técnica e competente, pois inclui a formação humanística do discente e a responsabilidade com as comunidades que estão ao entorno dessas instituições. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica, documental e de campo, pois atendem aos objetivos propostos. Quanto à abordagem, a pesquisa pode ser classificada como quali-quantitativa. Quanto à abordagem, a pesquisa pode ser classificada como quali-quantitativa. Discute que a sociedade atual não comporta mais a Biblioteconomia patrimonialista, cujo foco é a preservação do acervo, restrito a um público seleto, pelo contrário, urge por uma Biblioteconomia Social, focada no usuário e em suas necessidades informacionais. Conclui-se que os cursos de Biblioteconomia desenvolvem ações extensionistas, porém, em sua maioria, direcionadas para as comunidades letradas. A mais, detectou-se que também há ações direcionadas para as não letradas, mesmo ínfimas, mas que impactam socialmente, principalmente, por meio de ações de mediação da informação.

Palavras-chave: Biblioteconomia. Ações de extensão. Mediação da informação. Responsabilidade social.

Publicado
2020-09-24
Seção
Artigos de revisão