A criação de uma checklist de requisitos de usabilidade em paralelo à Lei de Acesso à Informação do Brasil como ferramenta de análise de portais de transparência

  • Maria das Graças dos Santos UEPB
  • Henrique Elias Cabral França UEPB

Resumo

O alinhamento de novas ferramentas de tecnologia digital à gestão e uso da informação pública, somado ao contexto de regulamentação da Lei de Acesso à Informação -Lei 12.527, promoveram a criação dos portais de transparência e seus e-SICs (Serviços de Informação ao Cidadão) nos vários setores da administração pública brasileira. Essas plataformas digitais têm como proposta elevar a transparência pública, possibilitando aos cidadãos e cidadãs fiscalizar os gastos públicos e assegurar o direito de acesso às informações. Nesse cenário, o presente trabalho teve como ponto de partida analisar a adequação do Portal de Transparência da Cidade de Bananeiras, no interior da Paraíba, aos parâmetros da Lei de Acesso à Informação e aos requisitos de usabilidade -e para isso elaborou uma checklist que pode servir de modelo de verificaçãojunto a outros portais de mesma categoria. Metodologicamente, utilizou-se a abordagem qualitativa, aplicando os métodos de observação direta a partir da lista de quesitos elaborados para a pesquisa, tomando como base três fontes de análise: ISO/IEC9126-1(2003), LAI (2011) e e-GOV (2010). Os resultados trazem a criação de uma lista com 20 perguntas que podem nortear análises de portais de transparência brasileiros e apontam, ainda, a necessidade de gestão documental na instituição e dificuldades parciais causadas devido ao não cumprimento dessas exigências, algumas inclusive legais.

Palavras-chave: Checklist de Usabilidade. Arquivologia. Portal de transparência. Lei de Acesso à Informação.

Link: https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/archeion/article/view/49624/29082

Biografia do Autor

Maria das Graças dos Santos, UEPB

 

 

Henrique Elias Cabral França, UEPB

 

 

Publicado
2020-09-22
Seção
Resumos de artigos científicos