O uso das tecnologias da informação e comunicação e o acesso a documentos no Arquivo Público Mineiro

  • André Luiz Ogando Pereira CEFET-MG
  • Marta Macedo Kerr P Pinheiro FUMEC-MG

Resumo

Com o avanço das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC), especialmente a partir de 1990, observou-se progressivamente a adoção de suas ferramentas por diferentes instituições, como os arquivos. Além de hardwares, as TIC passaram a disponibilizar softwares e redes de dados voltadas à disponibilização da informação. Exemplo de Instituição que adotou as TIC foi Arquivo Público Mineiro (APM), fundado em 1895 e localizado na cidade de Belo Horizonte. A pesquisa se guiou pela questão: qual o efeito promovido pelo uso das TIC, a partir de 1990, no acesso a documentos do APM? Dessa forma, o objetivo geral foi verificar o efeito do uso das tecnologias, a partir de 1990, na ampliação e diversificação do acesso a documentos do APM. A pesquisa foi tipicamente descritiva e qualitativa e, para sua realização, foram coletados dados por meio de pesquisa bibliográfica, pesquisa documental e entrevistas. Como resultados, constatou-se que as principais ferramentas adotadas foram a digitalização, em 1999, e o Sistema Integrado de Acesso do Arquivo Público Mineiro (SIAAPM), em 2007. Além de contribuir com a preservação do acervo, essas ferramentas permitiram não apenas o aumento do número de acessos aos documentos da Instituição, como também contribuíram com a diversificação do público atendido.

Palavras-chave: Acesso à Informação. Arquivos Públicos. Tecnologias da Informação e Comunicação.

Link: https://agora.emnuvens.com.br/ra/article/view/896/pdf

Biografia do Autor

André Luiz Ogando Pereira, CEFET-MG

 

 

 

Marta Macedo Kerr P Pinheiro, FUMEC-MG

 

 

 

Publicado
2020-09-22
Seção
Resumos de artigos científicos