AVALIAÇÃO DO CRESCIMENTO FÍSICO EM ESCOLARES DE 7 A 10 ANOS DA REDE PÚBLICA DE ENSINO DE ARACAJU-SE

  • Arley Santos Leão
  • Sônia Oliveira Lima
  • Ricardo Luiz Cavalcanti de Albuquerque Junior

Resumo

Estudos sobre crescimento físico envolvendo as variáveis de massa corporal e estatura de crianças e adolescentes têm sido desenvolvidos em vários países. Sua importância relaciona-se com a prevenção primária e promoção da saúde das crianças, o que gera o interesse de pesquisadores de todo o mundo. O objetivo desse estudo foi estudar o crescimento físico em estudantes pertencentes à rede estadual de ensino, no município de Aracaju - SE. Foram avaliados 487 estudantes, sendo 237 do gênero masculino e 250 do gênero feminino, separados por Unidade Escolar (UE). A faixa etária trabalhada foi dos 7 aos 10 anos, com média de 8,75 ± 1,08 para os meninos e 8,72 ± 1,05 para as meninas. Para a análise dos dados utilizou-se a estatística descritiva, com nível de significância de 5% (p ≤ 0,05). O crescimento foi avaliado através da mensuração da estatura e massa corporal. Adicionalmente avaliou-se o Índice de Massa Corporal (IMC). As meninas apresentaram estatura média estatisticamente superior aos meninos aos 8 anos de idade na UE “B” (p=0,01), e com maior massa corporal em relação ao gênero masculino aos 10 anos de idade, também na UE “B” (p=0,01). Com relação ao IMC, aos 10 anos, as meninas também apresentaram superioridade significativa em relação aos meninos, novamente na UE “B” (p=0,03). Os valores encontrados nas variáveis estatura e massa corporal estão semelhantes aos verificados na literatura. Faz-se necessário incentivar a prática regular de exercícios físicos em crianças e adolescentes, principalmente na rede escolar, como também produzir estudos longitudinais a fim de confirmar essa indicação. DESCRITORES: Criança. Crescimento. Ensino fundamental e médio.
Publicado
2010-11-03
Como Citar
Leão, A. S., Lima, S. O., & Albuquerque Junior, R. L. C. de. (2010). AVALIAÇÃO DO CRESCIMENTO FÍSICO EM ESCOLARES DE 7 A 10 ANOS DA REDE PÚBLICA DE ENSINO DE ARACAJU-SE. Revista Brasileira De Ciências Da Saúde, 14(1), 115-120. Recuperado de https://periodicos.ufpb.br/index.php/rbcs/article/view/4003
Seção
Pesquisa