[ID 44512] AVALIAÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL DE RECÉM-NASCIDOS NAS 48 HORAS DE VIDA EM MATERNIDADE PÚBLICA DE SÃO PAULO

  • Mariluze Santos de Jesus Souza
  • Eliana Yuko Shishiba
  • Marcela Maria Pandolfi

Resumo

Objetivo: Avaliar o estado nutricional dos recém-nascidos nas primeiras 48 horas de vida e identificar a frequência da desnutrição intrauterina. Metodologia: Trata-se de um estudo transversal, com abordagem quantitativa. Foram coletados dados das mães e dos recém-nascidos por meio de prontuário e realizou-se a avaliação nutricional dos recém-nascidos através do cálculo do índice ponderal e avaliação clínica do estado nutricional-escore ACENESCORE, observando-se os nove sinais corporais. Foram avaliados 122 recém-nascidos em maternidade pública de nível terciário, no período de janeiro a setembro de 2018. Resultados: Dos recém-nascidos avaliados, 72 eram a termo e 50, pré-termo. Destes, 52% apresentaram desnutrição com ACENESCORE e com índice ponderal 18% pré-termo eram desnutridos. Com relação a análise estatística, a média do peso ao nascer dos recém-nascidos a termo do sexo masculino apresentou-se maior que o feminino (p>0,0026). Assim como os pré-termo (p>0,0179). Quanto ao comprimento, o termo do sexo masculino foi maior que o feminino (p>0,0411). Não houve diferença estatística na média do comprimento dos pré-termo. Conclusão: A avaliação clínica do estado nutricional-escore, identifica precocemente a perda visível dos sinais de gordura e músculo observados nos recém-nascidos desnutridos, o uso de múltiplos métodos antropométricos para determinar desnutrição fetal, aumentará a probabilidade de identificação. A frequência de desnutrição fetal foi relevante, deste modo, ressalta-se a importância de avaliar, detectar e monitorar a nutrição intrauterina desses recém-nascidos, para auxiliar na intervenção precoce, com a possibilidade da reversão da desnutrição e a consequente diminuição dos seus malefícios a criança, durante o seu desenvolvimento e crescimento. DESCRITORES: Recém-nascido. Avaliação Nutricional. Estado Nutricional. Desnutrição Fetal.
Publicado
2020-06-18
Como Citar
de Jesus Souza, M. S., Shishiba, E. Y., & Pandolfi, M. M. (2020). [ID 44512] AVALIAÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL DE RECÉM-NASCIDOS NAS 48 HORAS DE VIDA EM MATERNIDADE PÚBLICA DE SÃO PAULO. Revista Brasileira De Ciências Da Saúde, 24(2). https://doi.org/10.22478/ufpb.2317-6032.2020v24n2.44512
Seção
Artigo de Pesquisa