[ID 44637] PARÂMETROS HEMATOLÓGICOS EM CRIANÇAS FRENTE A APLICAÇÃO DA MASSAGEM SHANTALA

  • Fernanda Regina de Moraes
  • Gisélia Gonçalves de Castro
  • Bianca Manzan Reis
  • Lilian Cristina Gomes Nascimento
  • Kelly Christina de Faria

Resumo

Objetivo: Analisar os efeitos da técnica de massagem Shantala sobre variáveis hematológicas em crianças institucionalizadas. Metodologia: Trata-se de um estudo transversal, exploratório, com abordagem quantitativa. A coleta de dados foi realizada em 10 creches municipais da zona urbana de uma cidade do interior de Minas Gerais. Os critérios de inclusão foram bebês com faixa etária de 6 a 18 meses, com ausência de estado febril e autorização dos pais e/ou responsáveis. Um total de 21 crianças receberam a massagem Shantala em uma frequência de duas sessões semanais, por 30 minutos, durante 5 semanas, totalizando 10 sessões. Foram coletadas amostras de sangue antes e após a intervenção. Para análise de normalidade foi realizado o teste Shapiro-Wilk, para comparação dos dados foram utilizados os testes “t” para amostras pareadas ou de Wilcoxon, com nível de significância =0,05. Resultados: Participaram do estudo 12 meninos e 9 meninas, com idade média de 15,6 (±3,5) meses. Houve diferença significativa nos níveis de hemoglobina (g/dl) (= 0,04); hematócrito (%) (= 0,01); volume corpuscular médio - VCM (fL) (= 0,001). Conclusão: A técnica Shantala modificou alguns componentes do hemograma refletindo na ativação da circulação, melhora no aporte da oxigenação tecidual e no percentual das células vermelhas. DESCRITORES: Massagem. Criança. Células Sanguíneas. Fisioterapia.
Publicado
2020-06-19
Como Citar
de Moraes, F. R., de Castro, G. G., Reis, B. M., Gomes Nascimento, L. C., & de Faria, K. C. (2020). [ID 44637] PARÂMETROS HEMATOLÓGICOS EM CRIANÇAS FRENTE A APLICAÇÃO DA MASSAGEM SHANTALA. Revista Brasileira De Ciências Da Saúde, 24(2). https://doi.org/10.22478/ufpb.2317-6032.2020v24n2.44637
Seção
Artigo de Pesquisa