BIOSSEGURANÇA: CONHECIMENTO E ADESÃO ÀS MEDIDAS DE PRECAUÇÕES PADRÃO NUM HOSPITAL

  • Shirlaine Farias Campos
  • Marina S. Araújo Vilar
  • Daniela Araujo Vilar

Resumo

Objetivo: Este estudo investigou o conhecimento da equipe de enfermagem acerca dos riscos biológicos aos quais estão expostos no setor de infectologia do Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC/UFCG) do município de Campina Grande –PB. Material e Métodos: A pesquisa foi realizada no período de abril a maio de 2009, com a aplicação de um questionário com perguntas objetivas referentes ao tema proposto, seguindo as normas éticas. Resultados: De acordo com análise dos dados foi possível verificar que: 78,6% tiveram contato com sangue, sendo 64,3% com pele íntegra, 92,9% lavou o local da lesão com água e sabão, e 64,3% não notificaram o acidente. Constatou-se que no setor não existe protocolo pós-exposição, como também não foi verificado a existência de manual de biossegurança, no entanto todos os profissionais do setor afirmaram que há a necessidade da implantação dos mesmos. Conclusão: Concluímos que os profissionais conhecem os tipos de precauções que devem adotar para determinadas doenças infecto-contagiosas. DESCRITORES: Biossegurança. Enfermagem. Infectologia.
Publicado
2011-09-19
Como Citar
Campos, S. F., Vilar, M. S. A., & Vilar, D. A. (2011). BIOSSEGURANÇA: CONHECIMENTO E ADESÃO ÀS MEDIDAS DE PRECAUÇÕES PADRÃO NUM HOSPITAL. Revista Brasileira De Ciências Da Saúde, 15(4), 415-420. Recuperado de https://periodicos.ufpb.br/index.php/rbcs/article/view/9830
Seção
Pesquisa