Blend de enzimas digestivas sobre crescimento e composição corporal de juvenis de tilápia do Nilo

  • Veruska Dilyanne Silva Gomes
  • José Humberto Vilar da Silva
  • José Jordão Filho
  • Alda Lúcia de Lima Amâncio
  • Patrícia Emília Naves Givisiez
  • Fernando Guilherme Perazzo Costa

Resumo

Com este trabalho objetivou-se avaliar o desempenho e a composição físico-química da carcaça de juvenis de tilápia do Nilo alimentados com dietas, com grande proporção de ingredientes vegetais, suplementadas com quatro blends enzimáticos. O experimento foi conduzido durante 60 dias com 325 alevinos machos de tilápia do Nilo, pós-indução sexual, distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado em cinco tratamentos com cinco repetições. Os tratamentos foram constituídos de uma dieta controle (DC); DCBlend1 = DC + 100ppm fitase + 200ppm protease; DCBlend2 = DC + 100ppm fitase + 400ppm protease; DCBlend3 = DC + 200ppm fitase + 200ppm protease + 133ppm alfa-amilase, e DCBlend4 = DC + 200ppm fitase + 400ppm protease + 200ppm alfa-amilase. Foram avaliados o desempenho, qualidade da carcaça, taxa de crescimento, índices corporais e composição físico-química da carcaça. As tilápias alimentadas com os tratamentos DCBlend3 e DCBlend4, blends contendo alfa-amilase, além de fitase e protease, apresentaram melhores índices corporais e conversão alimentar. O blend 4 aumentou o peso final, ganho em peso e taxa de crescimento específico. Recomenda-se a inclusão do blend 4 composto por alfa-amilase, fitase e protease em preparados de enzimas para tilápias alimentadas com dietas com grande proporção de ingredientes vegetais.
Publicado
2019-05-13