DESIGUALDADE SOCIAL E DESENVOLVIMENTO NO NORDESTE METROPOLITANO: ANÁLISE DAS METRÓPOLES DE SALVADOR, RECIFE E FORTALEZA NO PERÍODO DE 1981 A 2008

  • Josiane Fachini Falvo

Resumo

O artigo analisa a evolução, no período de 1981 a 2008, da desigualdade social nas metrópoles nordestinas de Salvador, Recife e Fortaleza. Inicialmente, são apresentadas as especificidades dessas localidades, detentoras de relativo atraso no desempenho econômico e grande dívida social. O comportamento da desigualdade social nas principais metrópoles do Nordeste é identificado por meio da análise da evolução da estrutura sócio-ocupacional familiar, a qual regrediu com a desaceleração econômica da década de 1990. A partir de 2004, a maior incidência dos programas governamentais reduziu o contingente de miseráveis. Entretanto, não foram consolidados canais efetivos de mobilidade ascendente e a maioria da população permanece na base social. É necessária a implantação de um modelo de “desenvolvimento distributivo” que promova um impacto estruturante e maior equalização social.