https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/arf/issue/feed Aufklärung: revista de filosofia 2022-06-10T22:44:19-03:00 Revista Aufklärung revistaaufklarung@hotmail.com Open Journal Systems <p><em><strong>Aufklärung, revista de filosofia</strong></em> (Qualis B1, DOI 10.18012/ARF) tem foco na publicação de artigos na área de filosofia, ou que sejam relevantes para a pesquisa em filosofia. Tem como&nbsp; objetivos: a) contribuir para a formação acadêmica de profissionais de filosofia [ensino e pesquisa] e áreas afins; b) contribuir para a efetivação de políticas da área de filosofia, ao propiciar a divulgação de resultados originados a partir de pesquisas filosóficas voltadas para a pós-graduação com base em princípios éticos tranparentes; e c) constituir-se como um espaço aberto para o debate entre pesquisadores do Brasil e do exterior.</p> https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/arf/article/view/61660 A resolução do paradoxo do teste surpresa 2021-12-13T17:00:27-03:00 Emerson Carlos Valcarenghi ecvalcarenghi@yahoo.com.br <p>Mostraremos neste ensaio que a abordagem mooreana ao paradoxo do teste surpresa não é correta e que o argumento de eliminação do aluno sagaz esconde um erro sutil.</p> 2022-06-10T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/arf/article/view/58893 Investigação sobre processos causais na abordagem ecológica da percepção 2021-04-17T01:36:40-03:00 Sabrina Balthazar Ramos Ferreira sabrinabrf@hotmail.com Bárbara Linda Tavares barbaratfil@gmail.com <p>Segundo pressupostos da Filosofia Ecológica <em>gibsoniana</em> (GIBSON, 1976), organismos captam de forma direta informações do ambiente para efetivar suas ações. Tais informações correspondem às <em>affordances</em>, que são possibilidades de ação que emergem de relações de reciprocidade organismo-ambiente. A percepção está intrinsecamente relacionada com a ação e ambas se articulam e constituem um sistema dinâmico e complexo. Nesse contexto, este artigo se pautará na investigação dos seguintes problemas: <em>Dinâmicas de percepção-ação de affordances envolvem processos de causalidade? Em caso positivo, de que tipo seriam tais processos?</em> Defenderemos a hipótese, segundo a qual, dinâmicas de percepção-ação de <em>affordances</em> são constitutivas de sistemas complexos e envolvem processos de <em>causalidade circular. </em>Desse modo, nosso objetivo será investigar a possível presença de processos de causalidade envolvidos em relações organismo-ambiente no que tange à percepção-ação de <em>affordances.</em> Para tanto, discutiremos a constituição de relações causais e relações informacionais, delineando seus aspectos congruentes e divergentes. Investigaremos, por fim, a possível presença de processos de <em>causalidade circular</em> nas dinâmicas de percepção-ação de <em>affordances</em>. &nbsp;</p> 2022-06-10T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/arf/article/view/61897 O nome e o ato de nomear: o reconhecimento do outro em Benjamin e Levinas 2022-01-12T10:55:08-03:00 Giovan Longo giovan.longo@maristas.org.br <p>O presente trabalho tem como objetivo refletir acerca do nome e do ato de nomear. A reflexão a respeito desses dois pontos se dá em duas perspectivas: em um primeiro momento, procuraremos mostrar que nomear significa reconhecer e que possuir um nome é possuir uma identidade. Para esse momento Benjamin será fundamental. Em um segundo momento pretendemos mostrar que o nome pode vir a ser um elemento totalizador da identidade na medida em que a significação que o acompanha tende a ser vista como a significação total daquele que o possui. Levinas será fundamental nesse momento, sobretudo para mostrar que, muitas vezes, diante do possível elemento totalizador do nome, o ato de nomear se mostra mais importante de o próprio nome.</p> 2022-06-10T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/arf/article/view/61495 The problem of the subject in Russian ideal-realism 2021-11-25T14:17:28-03:00 Alexander Usachev alexander.v.usachyov@yandex.ru <p>This study aims to solve the issue of subject and object in onto-gnoseological knowledge. The subject is revealed considering its inexhaustibility in the cognitive process. This concept correlates with such important features of Russian philosophical thought as pondering on the essence of personality, the status of truth, and its place in discourses on the cognitive process. The research methodology includes such methods as analysis and synthesis, comparative analysis, which allows making valid interpretations of the foundations of the existing reality. An important method in the article is the historical-genetic approach. The article shows the transition in discourse from the issue of the subject to the topic of personality, which is an ontological concept and brings thought to the scope of freedom in the philosophical knowledge of the world. The paper demonstrates how Russian philosophy becomes ideal-realism, which combines the most important concepts of philosophical thought. This research can be used in further study of Russian philosophy. The analytics of such concepts as intuition, organic outlook, and discursive thought is presented, and the issue of personal expression of cognitive practices is raised, which expands the boundaries of the concept of the subject and makes a connection between epistemology and ontology. It shows how ideal-realism becomes the leading philosophical direction of its time, and its possibilities on the way to knowledge of the truth are also revealed.</p> 2022-06-10T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/arf/article/view/62412 Ho Chi Minh's educational philosophy and its meaning in educational innovation in Vietnam today 2022-02-28T10:48:52-03:00 Kien Pham Thi kienpt@ueh.edu.vn <p>Ho Chi Minh was the one who brought independence to the Vietnamese people. But in philosophy, Ho Chi Minh expresses educational philosophy in a holistic way. The article to clarify the contents of Ho Chi Minh's educational philosophy and Ho Chi Minh's educational philosophy is significant in building and developing the country's academic cause. The article uses comprehensive, historically specific methods to systematically clarify Ho Chi Minh's educational philosophy system throughout Ho Chi Minh's entire philosophical thought system. In addition, the article also uses justification, analysis, and synthesis methods to clarify the philosophy of Ho Chi Minh education as a system of complete and profound perspectives on education and training covering issues of role, goals, content, and methods, educational objects. And education is one of the most important means of improving human capacity and qualities to enhance patriotism and character. </p> 2022-06-10T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/arf/article/view/60856 Nietzsche e Sartre na encruzilhada: itinerários de filósofos andarilhos 2021-09-14T15:32:51-03:00 Joana Brito de Lima Silva joanalib@yahoo.com.br <p>O objetivo desse artigo é mostrar pontos que unem e separam as trilhas filosóficas percorridas por Nietzsche e Sartre; assim, após uma breve passagem acerca da recepção de Nietzsche na França e, em particular, em torno das impressões de Sartre sobre o filósofo alemão, o artigo aborda a concepção de corporeidade desenvolvida pelos autores para, em seguida, refletir sobre a noção de agir decorrente desta concepção: se não somos comandados por um mecanismo racional-volitivo, o que move as ações humanas? A <em>Liberdade</em>, responderá Sartre; a <em>Vontade</em> de poder, diria Nietzsche. E se a filosofia nietzschiana clama para cada um fazer de si uma obra artística, Sartre atenta-se à situação circunscrita ao livre agir. Por fim, o artigo propõe um diálogo extemporâneo entre os filósofos-andarilhos em torno das correlações liberdade-responsabilidade e corpo-consciência para pensar tais questionamentos.</p> 2022-06-10T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/arf/article/view/60882 O princípio responsabilidade como resposta À técnica moderna 2021-09-16T15:44:46-03:00 Reginaldo Aliçandro Bordin r.a.bordin@uol.com.br Guilherme Monteiro de Moura guilhermemonteirodemoura@gmial.com <p>O presente artigo tem como objetivo principal apresentar a ética da responsabilidade de Hans Jonas como resposta à técnica moderna e a repercursão dos seus efeitos negativos no futuro. Tendo em vista o crescimento desiquilibrado do poder da técnica, as éticas tradicionais não conseguiram oferecer respostas que guiassem as ações humanas ante as ameaças trazidas pela civilização tecnológica. O horizonte da ética antropocêntrica visava somente o presente. Assim sendo, torna-se necessário uma ética que rompa com as fronteiras do presente e pense nas futuras gerações. O caminho metodológico baseado na hermenêutica que consiste em empreender análises e interpretações levaando em consideração o contexto histórico em que a técnica se desenvolveu e suas possíveis consequências não só para o presente, mas também para a futura da vida humana e extra-humana. A ética da responsabilidade visa ao cuidado com a vida. Ela também é caracterizada pela não reciprocidade das ações, fundamentando-se no modelo parental e político. Diante disso, o filósofo salienta a heurística do temor, ou seja, a prudência na utilização da técnica moderna para que não só o homem, mas também a natureza tenha o direito de existir. Esse tema se faz necessário na conjuntura atual dado o crescimento desiquilibrado da técnica e os impactos que o meio ambiente vem sofrendo afetando a humanidade. À vista disso, a ética jonasiana propõe a permanência de uma autêntica vida sobre a terra.</p> 2022-06-10T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/arf/article/view/61289 A Vida da Mente: sistemas de funcionamento do encéfalo, meditação 2021-10-31T09:32:01-03:00 Amâncio Maurício Xavier Rêgo amancior59@gmail.com <p>O artigo apresenta uma abordagem filosófica sobre ‘a Vida da Mente’ e tem como principal objectivo de descrever o percurso e o ciclo de Vida da Mente, para tal recorreu-se a pesquisa bibliográfica e a reflexões pessoais. O estudo permitiu compreender que, a Mente constitui a segunda entidade do Organismo Humano que emerge do Espírito para o servir, no princípio a Mente encontra-se ligada ao Espírito e contempla o mundo com alegria, mas pelo desejo desliga-se do Espírito passando a experimentar o bem e o mal e a preocupar-se com a sua própria existência separada do Espírito o que culmina com um medo que a faz voltar a se ligar e a se dissolver completamente no Espírito onde finalmente encontra a verdadeira felicidade.</p> 2022-06-10T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/arf/article/view/59682 A consciência quântica como fundamento da realidade no pensamento de Amit Goswami 2021-06-03T16:06:34-03:00 José Francisco de Assis Dias prof.dias.br@gmail.com Ronaldo de Oliveira ronaldodeoliver@hotmail.com <p>Trabalha-se a Consciência Quântica, investigando-se, a partir de Amit Goswami, como a como “ela” pode ser, ontologicamente, o fundamento da realidade em seu nível mais fundamental e como pode se tornar imanente. Objetiva-se apresentar o conceito de consciência em uma perspectiva histórica como anterior à materialidade. Descreve-se como a Consciência se desdobra em sujeito e objeto provocando a experiência fenomênica. Desvela-se um elemento universal que a tudo e a todos permeia abrindo possibilidades de aplicação na ética e em tudo onde houver a presença de um ente consciente. Descobriu-se que tudo é possibilidade na consciência quântica até que o observador colapsa tornando imanente o que era transcendente. Hipotetiza-se que a consciência quântica é o fundamento da realidade e que todas as pessoas e entes têm uma origem comum.</p> 2022-06-10T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/arf/article/view/57632 O problema da unidade da razão e a liberdade como símbolo em Kant 2021-02-25T16:10:59-03:00 Carolina Sena carolmsena@gmail.com <p>Este artigo apresenta o problema da unidade da razão no sistema kantiano e a solução dada por Kant, na <em>Crítica da faculdade do juízo</em>, através da beleza como símbolo da moralidade. Objetiva-se, posteriormente, averiguar se Kant consegue resolver o problema do abismo intransponível entre os domínios da natureza e da liberdade, mostrando, a seguir, através do texto “O mais antigo programa de sistema do idealismo alemão”, como a resposta kantiana prepara o terreno para a filosofia alemã do final do século XVIII.</p> 2022-06-10T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/arf/article/view/61877 Situação Limite do Analista: Uma crítica Sartreana a psicanálise em L'homme au Magnétophone 2022-01-10T09:10:47-03:00 Diego Rodstein Rodrigues di_rodstein@hotmail.com <p>O presente artigo tem como intento desenvolver a possibilidade de pensarmos uma situação limite na relação analisando/analista através de uma análise do artigo <em>L'homme au Magnétophone</em> contido na obra <em>Situations IX: Mélanges</em> de Jean-Jacques Abrahams. Nesse texto, publicado na revista <em>Le Temps Moderns</em>, apresenta-se um caso controverso onde um analisando (“A”) estava frustrado com seu analista (“Dr. X”) pois, depois de 18 anos de análise, a promessa da cura ainda não tinha sido alcançada. Durante o embate, “A” acusa Dr. X de, ao longo de sua análise, ter instituído controle sobre sua vida e que ao invés de curá-lo apenas agravou as “loucuras” que buscava tratar. Para o debate traremos a obra sartreana, com enfoque no projeto da psicanálise existencial, proposta sartreana de revisão da psicanálise; a má-fé, estrutura autorreferenciada que pode ser vista como uma “mentira íntima”; as violências das condutas intersubjetivas na relação analisando/analista e os limites desta relação.</p> 2022-06-10T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/arf/article/view/57463 O abandono da physis ante a ascendência da metafísica 2021-02-25T16:11:12-03:00 Douglas Meneghatti douglas.meneghatti@ifpr.edu.br <p>Mythos e physis são concepções antropológicas e culturais que acompanharam os antigos helenos em sua visão de mundo e relação com a natureza. O presente artigo traça uma análise da ascensão da metafísica clássica e da consequente gradual dissolução das visões naturalistas do mythos e da physis. O objetivo é pontuar as possíveis aproximações entre uma visão mítica e cosmológica no antigo helenismo, bem como a contundente dissenção da metafísica nascente com o naturalismo Pré-socrático. A partir disso, o trabalho se encaminhará para uma reconstrução da physis grega, através de uma breve leitura contemporânea da Vontade de Aparência “Wille zum Schein”, com o intuito de pensar a imbricada relação dicotômica entre mundo real e mundo aparente a partir de algumas perspectivas filosóficas contemporâneas.</p> 2022-06-10T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/arf/article/view/62279 Wohlfart, João A. Ecologia integral na Laudato Si: Fundamentos e estrutura filosófica 2022-02-17T15:49:01-03:00 Agemir Bavaresco abavaresco@pucrs.br Leno F. Danner leno_danner@yahoo.com.br <p>Resenha de WOHLFART, João A. Ecologia integral na Laudato Si: Fundamentos e estrutura filosófica</p> 2022-06-10T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022