Pesquisando na Internet: uma análise sobre metodologias utilizadas em dissertações do PPGCI-UFPB

  • Luiza Goés Camboim Universidade Federal da Paraíba
  • Emy Porto Bezerra Universidade Federal da Paraíba
  • Ítalo José Bastos Guimarães Universidade Federal da Paraíba

Resumo

O artigo tem por objetivo realizar um levantamento quantitativo sobre metodologias de pesquisa utilizadas em dissertações defendidas no PPGCI/UFPB, no que tange ao uso da internet como suporte metodológico. Os métodos tradicionais de pesquisa, tanto qualitativos ou quantitativos, têm sido utilizados na internet como mecanismo de alcance dos objetivos de pesquisa. Para tanto foi realizada uma pesquisa exploratória e descritiva, a partir da análise de 19 dissertações de mestrado em que constavam métodos de pesquisa baseados em internet. Foi constatado um aumento do número de estudos desenvolvidos num período de 6 anos, de 2007 a 2013. Do ponto de vista metodológico, verificou-se que a maioria das dissertações realizaram pesquisas de cunho exploratório ou descritivo, representando 37% cada. O tipo de abordagem mais comum foi a quanti-qualitativa totalizando 58%. Os procedimentos mais comuns adotados nas pesquisas foram os bibliográficos, documentais e análise de redes sociais e as técnicas mais utilizadas foram o questionário online e a pesquisa documental. Concluiu-se que a internet configura-se como uma excelente oportunidade para o desenvolvimento de pesquisas e estudos. Todavia, o seu acesso não é universal e cabe ao pesquisador analisar, com base no seu problema de pesquisa e objetivos estabelecidos, se o uso da internet será a forma mais eficiente para alcançar os resultados.

Biografia do Autor

Luiza Goés Camboim, Universidade Federal da Paraíba
Graduação em Engenharia Civil (1997), Graduação em Administração (2009) e Mestrado em Engenharia de Produção (2001) pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), além de MBA em Gestão Empresarial (2007) pela Fundação Getúlio Vargas (FGV/RJ). Professora Assistente da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Tem experiência na área de Gestão, com ênfase em Gestão da Informação, Gestão de Operações, Gestão de Materiais e Empreendedorismo.
Emy Porto Bezerra, Universidade Federal da Paraíba
Possui Curso Superior em Tecnologia Química pela Universidade Federal da Paraíba (Campina Grande-1999) e mestrado em Ciência da Informação também pela UFPB (João Pessoa-2003). Atualmente é Professor Assistente IV do curso de Comunicação Social (Educomunicação) da Unidade Acadêmica de Arte e Mídia da Universidade Federal de Campina Grande - UFCG. Tem experiência na área de Ciência da Informação, com ênfase na Gestão da Informação em Espaços Culturais na Internet, atuando principalmente nos seguintes temas: biblioteca digital, música, software livre, educação à distância e cibercultura.
Ítalo José Bastos Guimarães, Universidade Federal da Paraíba
Mestrando em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Paraíba. Estuda temas como: Usabilidade na Web; Acessibilidade na Web; Arquitetura da Informação. Graduado em Administração pela Universidade Federal da Paraíba.

Referências

ANGROSINO, Michael. Etnografia e observação participante. Porto Alegre: Artmed, 2009.

ARAÚJO, Carlos Alberto. Bibliometria: Evolução histórica e questões atuais. Em Questão. Porto Alegre. v. 12, n. 1, p. 11-32, jan./jun. 2006.

BAPTISTA, Sofia Galvão; CUNHA, Murilo Bastos da. Estudo de Usuários: visão geral dos métodos de coleta de dados. Perspectivas em Ciência da Informação. Belo Horizonte. V. 12, n.2, p.168-184, mai/ago.2007.

BATISTA, M. D. G. Pesquisa na internet: considerações metodológicas. ENCONTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS DO NORTE NORDESTE E PRÉ-ALAS DO BRASIL. 15º. 2012. Teresina-PI. Anais 15º CISO PRÉ-ALAS DO BRASIL. Teresina-PI: UFPI, 2012. CD-ROM.

CERVO, Amado Luiz; BERVIAN, Pedro Alcino. Metodologia Científica: para uso dos estudantes universitários. 2 ed. São Paulo: McGraw-Hill, 1978.

FONSECA, J. J. S. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC, 2002. Apostila.

FLICK, Uwe. A pesquisa qualitativa online: a utilização da Internet. In:________. Introdução a pesquisa qualitativa. Porto Alegre: Artmed, 2009. p. 238-253.

FRAGOSO, S; RECUERO, R; AMARAL, A. Métodos de pesquisa para a internet. Porto Alegre: Sulinas, 2013.

GERHARDT, Tatiana Engel; SILVEIRA, Denise Tolfo. Organizadores. Métodos de Pesquisa. Porto Alegre: Editora UFRGS, 2009.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6 ed. São Paulo: Atlas, 2008.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Técnicas de Pesquisa. 3 ed. São Paulo: Atlas, 1996.

MAY, Tim. Pesquisa documental: escavações e evidências. In:__________. Pesquisa Social: questões, métodos e processos. Porto Alegre: Artmed, 2004.

MINAYO, M. C. S. & SANCHES, O. Métodos Qualitativos e Quantitativos: oposição ou complementaridade? Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, 9 (3): 239-262, jul/set, 1993.

MINAYO, M. C. de Souza. Trabalho de campo, contexto de observação, interação e descoberta. In:_________. (Org.). Pesquisa Social: teoria, método e criatividade. São Paulo: Petrópolis: Vozes, 2004.

SAMPIERI, R. H; COLLADO, C. F; LUCIO, P. B. Tipos de Pesquisa. In:_________. Metodologia da Pesquisa. 3. ed. São Paulo: McGraw-Hill, 2006.

Publicado
2016-03-30
Seção
RELATOS DE PESQUISA