Análise focada em metadados sob a luz do padrão MTD-BR

  • Jaqueline Costa Alves
  • Lígia Maria Arruda Café

Resumo

A dificuldade de acesso e recuperação da informação ocasionada pelo aumento do volume de informações disponibilizadas sem uma forma estruturada de representação, é uma das conseqüências do uso cada vez mais freqüente da world wide web (www). Fazendo parte dessa realidade, as bibliotecas digitais procuram garantir a interoperabilidade por meio da descrição física e de conteúdo de seus itens, adotando padrões específicos de metadados. Nesse contexto, o presente artigo descreve a pesquisa desenvolvida no curso de Mestrado em Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina, cujo objetivo foi analisar o conteúdo dos metadados das dissertações eletrônicas da Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC, disponibilizados para a Biblioteca Digital de Teses e Dissertações- BDTD, a fim de verificar se os mesmos estão sendo informados de acordo com o padrão MTD-BR e, dessa forma, contribuir para a localização e recuperação das dissertações eletrônicas dessa instituição. Quanto aos procedimentos metodológicos, a abordagem geral da pesquisa foi exploratória, tendo sido os metadados analisados de forma qualitativa e quantitativa. A abordagem qualitativa baseou-se nas recomendações do padrão MTD-BR referentes ao conteúdo dos elementos de metadados e seus respectivos atributos e a abordagem quantitativa viabilizou a comparação da quantidade de metadados informados corretamente e de forma incorreta. Os resultados obtidos possibilitaram a apresentação de sugestões de melhoria do conteúdo dos metadados informados pela UDESC para a BDTD e permitiram concluir que a biblioteca digital da UDESC, embora tenha uma boa qualidade no preenchimento dos metadados, pode vir a aprimorar este procedimento em favor da interoperabilidade e da recuperação da informação. link para o texto completo: http://seer.ufrgs.br/EmQuestao/article/view/12930/10431
Publicado
2012-02-09
Seção
Resumos de artigos científicos