Narrativas para a gestão de mudanças: um estudo de caso na indústria vidreira

Autores

  • Valério Brusamolin

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2011v6n2.13240

Resumo

Este artigo propõe um modelo para análise do emprego de narrativas na gestão de mudanças, descrevendo os passos a serem seguidos e listando os padrões de histórias que podem auxiliar na gestão das transformações necessárias. O modelo é aplicado no estudo de caso da criação de uma empresa, a Viton Equipamentos para a Indústria Vidreira, do Grupo Wheaton Brasil, coletando as narrativas do gestor, classificando-as e analisando-as à luz do modelo proposto. Conclui-se que gerentes e outros contadores de histórias atuam como mediadores da informação, narrando histórias que transmitem a informação certa no momento oportuno, com efeitos transformadores positivos para a organização, produzindo mudanças cognitivas necessárias, transmitindo valores, cultura e auxiliando na percepção da realidade.

 

Palavras-chave: Aprendizagem organizacional. Gestão do conhecimento. Gestão de mudanças. Narrativas organizacionais.

 

Link para o texto completo (PDF)
http://periodicos.puc-campinas.edu.br/seer/index.php/transinfo/article/view/476

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2012-08-09

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos