Gestão de significados em movimento: intertextualidades

Autores

  • Aldo de Albuquerque Barreto Unigranrio

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2012v7n1.14347

Resumo

Resumo: O fio condutor desta narrativa é o pensamento selvagem1 de um autor que que registrar coisas dispersas, blocos de textos já falados ou meio escritos. O texto em si é uma coleção intertextual de reflexões, memórias escondidas e sem morada certa que precisam ser domiciliadas para permitirem a deslembrança. A narrativa é um estado emotivo e particular de uma escrita com aquela sensação que temos de não conseguir ainda achar as palavras certas para finalizar o que queremos dizer. As palavras e os silêncios trazem o sentimento do linguagear do autor com seu texto. Uma troca particularizada de enunciados com ausências escondidas na conivência dos enunciados imateriais. O texto em si é um estudo para verificar a possibilidades de se ordenar e agregar uma coleção intertextual de reflexões. Palavras-chave: Interxtualidades. Escrita. Leitura. Web. Gestão. Redes. Hipertexto. Link para o texto completo (PDF) http://dgz.org.br/out11/Art_07.htm

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aldo de Albuquerque Barreto, Unigranrio

Doutor em ciência da Informação. Pesquisador Sênior do CNPq. Professor da Unigranrio.

Publicado

2013-01-03

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos