Folksonomia: a linguagem das tags

Autores

  • Juliana Horta de Assis Universidade Federal de Minas Gerais.
  • Maria Aparecida Moura Universidade Federal de Minas Gerais.

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2013v8n2.18642

Resumo

A radicalização do potencial colaborativo da web atual aponta uma tendência de personalização da recuperação da informação através de ferramentas que exploram a linguagem natural na representação e no compartilhamento de conteúdos ao longo das redes sociais. Tal configuração sócio-técnica traz desafios aos profissionais da informação tanto para a descrição e compreensão dos fenômenos informacionais que ocorrem nesse âmbito, quanto para a elaboração de produtos e serviços voltados para um usuário que se apresenta cada vez mais como sujeito informacional ao assumir um papel ativo diante da complexidade que caracteriza a organização da informação em contextos digitais. Este artigo apresenta conclusões de pesquisa relacionadas às análises da linguagem utilizadas em três ambientes colaborativos que utilizam a folksonomia (Social Tagging Systems). A partir de uma perspectiva fundamentada na Semiótica e na Análise de Redes Sociais, são identificadas e descritas as principais manifestações da linguagem gerada e compartilhada pelas redes sociais através destes ambientes. Palavras-chave: Linguagem. Folksonomia. Redes Sociais. Organização da Informação. Link para o texto completo (PDF) https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2013v18n36p85/24523

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Horta de Assis, Universidade Federal de Minas Gerais.

Universidade Federal de Minas Gerais.

Maria Aparecida Moura, Universidade Federal de Minas Gerais.

Universidade Federal de Minas Gerais.

Publicado

2014-03-29

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos