A cidade como nó de informação

Autores

  • Lúcia Maciel Barbosa de Oliveira ECA/USP.

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2013v8n2.18682

Resumo

Ressuscitar a ideia da cidade como espaço fundamental da experiência humana, propiciadora de contatos e intercâmbios é tarefa mais do que urgente. Cultura e Informação têm papel de relevo nesse desafio. A tendência à retirada dos espaços públicos para o refúgio doméstico, hoje redimensionado pelas conexões possibilitadas pelas novas tecnologias de informação e comunicação, sobretudo a internet, é fator a impedir os encontros, os confrontos e diálogos, o que gera maior dificuldade para conviver com a diferença, elemento central para a consolidação democrática. Os nós de informação configuram-se em pontos de convergência e conexão de redes e fluxos, constituindo-se em formas de vinculação que se criam a partir de diversas dinâmicas entre atores. As cidades devem converter-se em nós de informação, onde os fluxos desterritorializados se materializem em diálogo. Palavras-chave: Informação. Cultura. Diversidade cultural. Espaço público. Cidade. Nó de informação. Link para o texto completo (HTM) http://dgz.org.br/abr13/Art_02.htm

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lúcia Maciel Barbosa de Oliveira, ECA/USP.

Professora Doutora e docente e pesquisadora do PPGCI da ECA, USP.

Publicado

2014-03-29

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos