A Perspectiva de estudos sobre os sujeitos na Arquivologia, na Biblioteconomia e na Museologia

Autores

  • Carlos Alberto Ávila Araújo Universidade Federal de Minas Gerais.

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2013v8n2.18696

Resumo

Arquivologia, Biblioteconomia e Museologia se constituíram, como disciplinas científicas, no final do século XIX, a partir da consolidação de um modelo custodial patrimonialista e, depois, com sua superação a partir de duas perspectivas: uma funcionalista e outra crítica. Posteriormente, uma outra tradição de pesquisa se desenvolveu: estudos realizados a partir do ponto de vista dos sujeitos (usuários, públicos) que se relacionam com as instituições arquivo, biblioteca, museu, e que experimentam seus espaços e se apropriam dos conteúdos de seus acervos. O objetivo deste texto é analisar o desenvolvimento desta perspectiva na Arquivologia, na Biblioteconomia e na Museologia, bem como defender a importância de um diálogo maior entre os achados de pesquisa realizados neste âmbito em cada uma das três áreas analisadas. Palavras-chave: Estudo de usuário. Estudo de público. Estudo sobre o sujeito. Link para o texto completo (PDF) http://www.seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/37518/27724

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Alberto Ávila Araújo, Universidade Federal de Minas Gerais.

Pós-doutor; Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Publicado

2014-03-29

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos