A internacionalização da Biblioteca Nacional: identificação das ações nos relatórios institucionais (1905-1915)

Autores

  • Carlos Henrique Juvêncio da Silva Universidade de Brasília
  • Georgete Medleg Rodrigues Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2014v9n1.19458

Resumo

No início do século XX, no bojo das ações de modernização do próprio Estado, a Biblioteca Nacional brasileira manteve um profícuo intercâmbio com várias instituições internacionais. Por meio das informações contidas em seus relatórios institucionais buscou-se, neste artigo, evidenciar as ações empreendidas pela Biblioteca Nacional na busca do que denominamos sua “internacionalização” no período de 1905 a 1915. Para tanto, utilizamos, como procedimento metodológico, o levantamento das seções dos relatórios, selecionando aquelas cujos títulos referiam-se a essas ações de internacionalização. Em seguida procedemos à análise de cada seção, extraindo as informações que corroboravam com os objetivos da pesquisa. A título de conclusão ainda parcial, constatou-se que a Biblioteca Nacional buscou de fato contatos com instituições estrangeiras, visando à modernização de seus métodos e técnicas de tratamento de seu acervo, bem como a recuperação de parte da história do Brasil nos arquivos do exterior, além de realizar ações de intercâmbio com diversas instituições. Palavras-chave: Biblioteca Nacional. Internacionalização. Relatórios Institucionais. Memória institucional. Link para o texto completo (PDF) http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/1772/1198

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Henrique Juvêncio da Silva, Universidade de Brasília

Bibliotecário , Mestrando do Programa de Pós-Graduação da Universidade de Brasília

Georgete Medleg Rodrigues, Universidade de Brasília

Professora doutora do Programa da Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade de Brasília.

Publicado

2014-06-20

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos