O padrão openEHR aplicado como Sistema de Organização do Conhecimento Clínico

Autores

  • Nelson Julio Miranda Unesp Marilia
  • Virginia Bentes Pinto Unesp Marília

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2014v9n2.20532

Resumo

O padrão openEHR, desenvolvido e mantido pela Fundação openEHR, propõe modelos de referência, metodologias e ferramentas para a modelagem e representação do conhecimento clínico. A partir de uma metodologia dual – que separa o conhecimento médico do conhecimento técnico dos desenvolvedores de sistemas. Os Sistemas de Organização do Conhecimento permitem organizar e representar conhecimentos, de modo a facilitar a recuperação dos mesmos, utilizando diversas técnicas e ferramentas, tais como: vocabulários controlados, terminologias, ontologias, mapas conceituais, mapas mentais. O openEHR pode ser considerado, portanto, um sistema de organização do conhecimento clínico.

Palavras-chave: Conhecimento. Organização. Sistemas. OpeneHR. KOS.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nelson Julio Miranda, Unesp Marilia

mestrando CI

Virginia Bentes Pinto, Unesp Marília

Pesquisadora de Produtividade-PQ-CNPq. Bacharel em Biblioteconomia- Universidade Federal do Ceará. Doutorado em Sciences de l'Information et de la Communication- Université Stendhal-Grenoble-3-França (1999). Mestrado em Ciências da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais (1989). Pós-Doutorado em Filosofia-Tratamento cognitivo da informação-Laboratoire d'analyse cognitive de l'information (LANCI). Université du Quebec à Montreal-Dept. (2006).

Downloads

Publicado

2014-12-30

Edição

Seção

Pesquisas em andamento