Organização do conhecimento: uma análise conceitual nos anais do ENANCIB

Autores

  • Lígia Maria Arruda Café Universidade Federal de Santa Catarina.
  • Camila Monteiro de Barros Universidade Federal de Santa Catarina.
  • Manuela Soares da Fonseca Universidade Federal de Santa Catarina.

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2014v9n2.22321

Resumo

A comunicação científica se realiza por meio de representações conceituais do conhecimento especializado, cuja clareza depende da precisão terminológica. Assim, o objetivo da pesquisa é analisar o emprego do termo “organização do conhecimento” (OC), buscando-se convergências com o conceito proposto por Bräscher e Café (2010). A pesquisa bibliográfica, de caráter qualiquantitativo, teve seus dados coletados nos anais do ENANCIB - Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação, no Grupo de Trabalho 2: Organização e Representação do Conhecimento. O corpus da pesquisa está composto de 51 trabalhos. Esses trabalhos foram analisados à luz dos dois atributos do conceito norteador. Considerando que 76% dos documentos apresentaram conformidade com ao menos um dos atributos sugeridos pelo conceito norteador, é possível concluir que existe um movimento em direção à convergência da área quanto ao conceito de OC.

Palavras-chave: Organização do conhecimento. Análise Conceitual. Terminologia. ENANCIB.

 

Link para o texto completo (PDF)

http://www.seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/42696/31033

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lígia Maria Arruda Café, Universidade Federal de Santa Catarina.

Doutora; Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC);

Camila Monteiro de Barros, Universidade Federal de Santa Catarina.

Doutoranda; Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC);

Manuela Soares da Fonseca, Universidade Federal de Santa Catarina.

Mestranda; Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Publicado

2014-12-29

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos