O pensamento crítico na Arquivologia, na Biblioteconomia e na Museologi

Autores

  • Carlos Alberto Avila Araújo Universidade Federal de Minas Gerais.

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2014v9n2.22336

Resumo

Arquivologia, Biblioteconomia e Museologia se constituíram, como disciplinas científicas, no final do século XIX, a partir da consolidação de um modelo custodial patrimonialista e, depois, de uma perspectiva funcionalista. Foi com o surgimento de teorias e reflexões críticas que as três áreas ampliaram seu escopo de estudos e problematizações, bem como inseriram-se num diálogo mais amplo com as demais ciências humanas e sociais. Nesta ampliação, também se fizeram sentir condições propícias para um maior diálogo e fortalecimento mútuo entre as três áreas.

Palavras-chave: Teoria Crítica. Epistemologia. Arquivologia. Biblioteconomia. Museologia.

 

Link para o texto completo (PDF)

http://www.revistas.usp.br/incid/article/view/64304/pdf_19

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Alberto Avila Araújo, Universidade Federal de Minas Gerais.

Pós-doutor pela Universidade do Porto. Professor adjunto da Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG.

Publicado

2014-12-29

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos