A cultura da informação nas bibliotecas públicas brasileiras

Autores

  • Josiel Machado Santos Instituto Federal do Norte de Minas Gerais - IFNMG

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2014v9n2.22361

Resumo

Desde o Brasil Colônia, as bibliotecas públicas brasileiras pouco contribuíram para a democratização do acesso à informação. Na Sociedade da Informação, o papel da biblioteca pública passa a ser de vital importância na medida em que pode se tornar o grande centro disseminador da informação, atuando principalmente para diminuir as desigualdades existentes na sociedade brasileira. O estudo objetiva destacar as funções da biblioteca pública ao longo do tempo e sua permanente sintonia com os processos sociais, bem como abordar as atuais tecnologias da informação e comunicação no cotidiano dos cidadãos enquanto usuários, e por fim, caracterizar sua atuação e realidade dentro da Sociedade da Informação. Para o desenvolvimento desse estudo a metodologia utilizada foi uma pesquisa básica, com abordagem qualitativa-indutiva, objetivamente exploratória a partir de uma pesquisa bibliográfica. Concluiu-se que já que não conseguiu “ser tudo para todos”, a biblioteca pública pode segmentar o mercado e oferecer produtos e serviços racionalmente estruturados de acordo com as necessidades informacionais da comunidade.

Palavras-chave: Biblioteca Pública. Cultura da informação. Sociedade da Informação.

 

Link para o texto completo (PDF)

http://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/280

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Josiel Machado Santos, Instituto Federal do Norte de Minas Gerais - IFNMG

Especialista em Docência Superior pela Universidade Gama Filho (UGF) e em Biblioteconomia pelas Faculdades Integradas de Jacarepaguá (FIJ).

Publicado

2014-12-30

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos