Polarização do conhecimento na era da informação: o Vale do Silício como exemplo

Autores

  • Rodrigo Moreno Marques Universidade Fumec
  • Marta Macedo Kerr Pinheiro Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2014v9n2.22421

Resumo

Apresentam-se alguns resultados de investigação realizada no Vale do Silício, nos Estados Unidos, durante o segundo semestre de 2012, por meio da qual se busca apreender a percepção dos trabalhadores da região acerca do papel da informação e do conhecimento nas dinâmicas socioeconômicas contemporâneas. Entrevistas semiestruturadas forneceram material para realização de uma análise que confronta o contexto empírico com as teorias do trabalho imaterial, do capitalismo cognitivo e com um ponto de vista crítico divergente dos referenciais teóricos já consolidados. As vozes daqueles que estão diretamente envolvidos com o mundo do trabalho, no locus eleito, apontam contradições no sistema educacional que tornam o conhecimento um instrumento de ampliação de desigualdades sociais e econômicas.

Palavras-chave: Polarização do conhecimento. Vale do Silício. Educação. Trabalho.

 

Link para o texto completo (PDF)

http://inseer.ibict.br/ancib/index.php/tpbci/article/view/125/167

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Moreno Marques, Universidade Fumec

Doutorado e mestrado em Ciência da Informação pelo Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação da Escola de Ciência da Informação da UFMG.

Marta Macedo Kerr Pinheiro, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Pós-doutorado em Ciência da Informação e da Comunicação. Universidade Paul Sabatier/IUT/Toulouse III.

Publicado

2014-12-30

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos