Controvérsias sobre Redes Abertas de Produção de Conhecimento e de Comunicação Científica

Autores

  • Christiana Soares de Freitas UnB

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2015v10n1.23186

Resumo

O objetivo do artigo é analisar questões centrais associadas ao conceito de ciência aberta na sociedade contemporânea, evidenciando características  de modos distintos de produção de conhecimento. Processos de comunicação científica  são discutidos, com foco em  temas como o sistema aberto de revisão por pares, direitos autorais e domínio público, concluindo com uma reflexão crítica a respeito das possibilidades de transformação das características tradicionais do campo de produção de conhecimento a partir da adoção de normas e práticas desenvolvidas em redes de ciência aberta.

Palavras-chave: Ciência Aberta; Conhecimento Compartilhado; Processos de Avaliação; Direitos Autorais; Comunicação Científica.

Link para o texto completo (PDF)

http://revista.ibict.br/liinc/index.php/liinc/article/view/751/514

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Christiana Soares de Freitas, UnB

Doutora em Sociologia da Ciência e Tecnologia pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia (SOL) da Universidade de Brasília (UnB). Professora Adjunta II do Departamento de Gestão de Políticas Públicas (GPP) da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FACE) da Universidade de Brasília (UnB) e da Pós-Graduação da Faculdade de Direito da Universidade de Brasília (PPGD/UnB).

Publicado

2015-03-12

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos