Avaliação de bibliotecas universitárias: normas e padrões

Resumo

O presente artigo resgata, por meio de revisão de literatura, as iniciativas nacionais no que se refere a avaliação de bibliotecas e apresenta ferramentas internacionais com finalidades similares. Concluindo, que apesar do Brasil não dispor de instrumentos que avaliem a biblioteca nas suas variadas facetas (pessoas, infraestrutura, serviços, valores, acervo) os gestores de bibliotecas têm se mobilizado para retomar iniciativas anteriores que não estão vigentes e utilizar como modelo, padrões e normas que se aplicam com sucesso em outros países, não minimizando o papel da biblioteca a partir das diretrizes avaliativas de órgãos nacionais.

Palavras-chave: Biblioteca Universitária. Avaliação. Normas. Padrões.

Biografia do Autor

Roberta Moraes de Bem, UFSC
Bibliotecária-Gestora de Informação do Sistema de Bibliotecas da UFSC. Mestre e doutoranda em Engenharia e Gestão do Conhecimento (UFSC)
Publicado
2016-04-11
Seção
Artigos de revisão