A eficácia social do direito de acesso à informação em saúde: abordagem a partir da política nacional de arquivos e da lei de acesso à informação

Autores

  • Ênyo Ribeiro Novais Santos UFBA
  • Gillian Leandro de Queiroga Lima UFBA
  • Francisco José Aragão Pedroza Cunha UFBA

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2017v12n1.34207

Resumo

O objetivo deste artigo é apresentar uma discussão sobre a eficácia do direito de acesso às informações orgânicas em saúde, valendo-se de aprofundamentos teóricos e pesquisa de levantamento para embasamento da temática.  Os resultados revelam alguns fatores que sinalizam um despreparo das unidades investigadas em relação a eficácia social das Leis de Acesso à Informação e de Arquivos no Brasil. Os resultados revelados apontam para fatores que podem causar a ineficácia dessas Leis: a falta de preparo técnico e qualificação profissional da gestão de documentos de arquivos analógicos e digitais.

Palavras-chave: Lei de Acesso à Informação. Lei de Arquivos. Saúde - informação.

Link: https://agora.emnuvens.com.br/ra/article/view/620/pdf

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ênyo Ribeiro Novais Santos, UFBA

Estudante de Direito na Universidade Federal da Bahia.

Gillian Leandro de Queiroga Lima, UFBA

Professor Assistente do Departamento de Fundamentos e Processos Informacionais do ICI/UFBA. Mestre em Ciência da Informação pela UFBA e doutorando em Difusão do Conhecimento pela UFBA.

Francisco José Aragão Pedroza Cunha, UFBA

Professor do Departamento de Documentação e Informação do Instituto de Ciência da Informação (ICI/UFBA). Doutor em Difusão do Conhecimento pela Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Publicado

2017-05-29

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos