O imaginário sobre a Biblioteca Pública Benedito Leite: alguns aspectos

Autores

  • Cleyciane Cássia Moreira Pereira UFPB
  • César Augusto Castro UFPA
  • Roseli Oliveira Ramos Conselho Curador da Fundação Sousândrade/Maranhão.

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2017v12n1.34229

Resumo

O segredo acerca da Biblioteca Pública Benedito Leite desvendado à luz da Teoria do Imaginário de Gilbert Durand. Apresenta-se essa Biblioteca entremeada pela imagem social que apresenta à sociedade ludovicense através de narrativas mitológicas. Para isso, aplicam-se questionários a usuários e funcionários, concomitante com o estudo de algumas características arquitetônicas a partir de fotografias dessa Instituição. Identificando-se o contexto mítico que perpassa a Atenas Brasileira, e como a Biblioteca Benedito Leite está submersa neste, com caracteres que recordam a Atenas, da Grécia Antiga, tais como as colunas desenhadas com capitel coríntio, a sua localização no topo mais alto da cidade, equiparáveis a acrópoles gregas; como símbolo da sabedoria, deusa Atenas (Grécia) e Minerva (Roma) com seus elementos mitológicos, norteada pela história-político-econômica de São Luís. Dessa forma, percebe-se como as narrativas míticas manifestam-se com muita força na representação social, no imaginário social dos usuários e funcionários que a adentram, auxiliando no combate a suas angústias diante do tempo, da vida.

Palavras-chave: Biblioteca Pública Benedito Leite. Teoria do Imaginário de Gilbert Durand. Biblioteca Benedito Leite - Mito de Atena.

Link: http://periodicos.ufca.edu.br/ojs/index.php/folhaderosto/article/download/94/68

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2017-05-29

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos