Informação e o profissional da área da museologia: uma discussão epistemológica

Autores

  • Emanuela Souza Ribeiro Universidade Federal de Pernambuco.

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2017v12n1.34512

Resumo

Introdução: Este trabalho analisa o lugar da informação no campo da Museologia, em suas relações interdisciplinares com a Ciência da Informação. Objetivos: Analisar as relações epistemológicas entre a Museologia e a Ciência da Informação, tendo como eixo central a Documentação em Museus. Metodologia: Como método de pesquisa utilizou-se a revisão de bibliografia, privilegiando-se as contribuições de Pinheiro (1999, 2012), Lima (2002) e Cerávolo e Tálamo (2000). Resultados: O conceito de informação assume um papel preponderante na construção das relações interdisciplinares, pois é a partir do seu uso que a Museologia se aproxima da Ciência da Informação, tanto nos estudos acadêmicos como na aplicação empírica e na prática profissional. Conclusões: O conceito de informação está na base da maior parte das relações interdisciplinares entre a Museologia e a Ciência da Informação e, especialmente no âmbito da Documentação em Museus, já vem ocorrendo relações interdisciplinares entre as áreas, sinalizando um panorama de contínuo crescimento entre essas relações, apesar da necessidade de maiores estudos sobre o tema.

Palavras-chave: Interdisciplinaridade. Informação. Museologia. Ciência da Informação.

Link: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/infoprof/article/view/26583/20512

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Emanuela Souza Ribeiro, Universidade Federal de Pernambuco.

Doutora em História pela Universidade Federal de Pernambuco. Docente do curso de Museologias da Universidade Federal de Pernambuco.

Publicado

2017-06-21

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos