A aplicação da gestão do conhecimento como estratégia de competitividade organizacional

Autores

  • Carlos Francisco Bitencourt Jorge  Unesp
  • Lyvia Luppi Faléco Faculdade Católica Paulista

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2017v12n1.34648

Resumo

A Gestão do Conhecimento (GC) tem como princípio fundamental a recuperação, compartilhamento, utilização e integração do conhecimento presentes na organização. Dessa forma as tecnologias da informação e comunicação (TICs) juntamente com a GC são de suma importância para que as estratégias tenham sucesso nas organizações. As estratégias se fundamentam em um método administrativo que deve ser implementado para estabelecer o melhor curso estratégico para a organização, sendo que, estas devem estar alinhada com o ambiente organizacional. Nesse sentido, as estratégias são desenvolvidas, tornando-se necessário analisar as consequências de suas execuções. O uso da GC como ferramenta estratégica proporciona a geração de competitividade para as organizações, mas para que se obtenha resultado é essencial investimentos das organizações. Cabe aos gestores e diretores das organizações buscarem mais competitividade, sendo que, a competitividade está relacionada diretamente a aplicação e uso do conhecimento organizacional. A adoção de estratégias e mecanismos do melhor aproveitamento do conhecimento organizacional está relacionada ao desenvolvimento de uma cultura que valorize o conhecimento dos indivíduos que compõe a organização.

Palavras-chave: Gestão do Conhecimento. Estratégia. Organização. Conhecimento Organizacional.

Link: http://www2.marilia.unesp.br/revistas/index.php/bjis/article/view/5992

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Francisco Bitencourt Jorge,  Unesp

Unesp

Lyvia Luppi Faléco, Faculdade Católica Paulista

Faculdade Católica Paulista

Publicado

2017-06-21

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos