A importância do Projeto Político-Pedagógico para a legitimação da biblioteca escolar no Brasil: reflexões teóricas e conceituais

Resumo

Este artigo é parte da Tese de Doutorado em Ciência da Informação que está em desenvolvimento, denominada “A percepção dos projetos políticos pedagógicos dos colégios de aplicação das Universidades Federais brasileiras sobre o letramento para a competência informacional em bibliotecas escolares: a necessária legitimação da função pedagógica da biblioteca no contexto educacional”. Neste trabalho, serão apresentadas as reflexões teóricas e os conceitos explorados por uma parte da pesquisa bibliográfica executada, na qual buscou-se compreender a importância da participação da biblioteca e da atuação do bibliotecário escolar no desenvolvimento e na atualização do Projeto Político-Pedagógico das escolas. Observou-se por meio da revisão de literatura elaborada, que tal interação é fundamental para a legitimação da biblioteca escolar como espaço integrante do processo educativo e concluiu-se que a atuação proativa do bibliotecário escolar nas atividades de gestão da escola é essencial para efetivar a inserção dos serviços e produtos oferecidos pela biblioteca escolar no Projeto Político-Pedagógico.

Biografia do Autor

Adriana Bogliolo Sirihal Duarte, UFMG
Possui graduação em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Minas Gerais (1992), mestrado em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Minas Gerais (1995) e doutorado em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais (2005). Atualmente é professora associada da Universidade Federal de Minas Gerais. Tem experiência docente nas áreas de Ciência da Computação, Biblioteconomia e Ciência da Informação, tendo atuado como professora e coordenadora de curso em diversas instituições de ensino superior. Suas áreas de interesse relacionam-se aos seguintes temas: Comportamento informacional; Usuários da Informação; Cultura e Informação; Aspectos Sociais da Informação; Processo de Comunicação e Fluxo de Informação; Inclusão Digital; Competência Informacional; Biblioteca Escolar, Leitura e Formação do Leitor.
Niliane Cunha Aguiar, UFS

Professora Assistente do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal de Sergipe. Doutoranda em Ciência da Informação pelo Programa de Pós-Graduação da Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais. 

 

Publicado
2017-08-28
Seção
Pesquisas em andamento