Mapas Conceituais e Topic Maps: convergências na representação do conhecimento

Resumo

A partir de uma nova perspectiva da representação e divulgação da informação proporcionada pelo ambiente web, este artigo propõe repensar a organização e disponibilização dessa informação de uma forma conceitualmente estruturada, promovendo melhoria para elaboração e recuperação eficientes, permitindo também que ocorra aprendizagem sobre esses sistemas informacionais digitais e sua lógica. Para validar essa hipótese, foi estudado o mapa conceitual idealizado por Novak e Cañas em 1980 com base na Teoria da Aprendizagem de David Ausubel da década de 1960 que sugere organizadores prévios para efetivar a aprendizagem do usuário. Este conceito de organizador prévio, que permite mostrar o todo através de várias partes interligadas, é também uma premissa aplicada à norma ISO/IEC 13250 de topic maps. No caso da norma, essa representação é feita através de uma linguagem de programação para web (XTM), que possibilita uma organização sistemática por meio de softwares, permitindo que o usuário encontre e acesse as informações através da interface.

Biografia do Autor

Laura Pimentel, Universidade de São Paulo
Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação
Cibele Araújo Camargo Marques dos Santos, Universidade de São Paulo
Escola de Comunicações e Artes. Departamento de Informação e Cultura
Publicado
2017-10-12
Seção
Pesquisas em andamento