Gestão de dados de pesquisa: um panorama da atuação da União Europeia

  • Márcia Teixeira Cavalcanti
  • Luana Farias Sales Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

Resumo

Se, na década passada, as discussões que se iniciaram pelos anos de 1970 ainda ocupavam o espaço acadêmico sobre qual o posicionamento que a comunidade científica seguiria em relação aos meios e modos de divulgação de sua produção, mais um elemento surge para aumentar o debate: a necessidade de compartilhamento dos dados da pesquisa. Cada vez mais os dados de pesquisa passam a ter um papel significativo dentro do cenário científico mundial. A proposta deste trabalho é realizar um mapeamento dos repositórios de dados de pesquisa existentes nos países membros da União Europeia, inclusive realizando um levantamento que quantifique o número de repositórios de dados existentes nestes países. Foi acessado o link de cada país relacionado, disponível no documento do Openaire intitulado “Overview of Open Access in the EU member states”, fazendo uma revisão sistemática sobre a existência e a quantidade de repositório de dados de pesquisa e como descrevem seu funcionamento. Como resultado, o artigo apresenta uma sistematização do panorama atual da gestão de dados de pesquisa e dos repositórios existentes e um panorama geral das políticas implementadas e em desenvolvimento na UE.

Palavras-chave: dados de pesquisa; acesso aberto; curadoria digital; gestão de dadosLink: https://www.seer.furg.br/biblos/article/view/5789


Biografia do Autor

Márcia Teixeira Cavalcanti
Doutorado em Ciência da Informação pelo IBICT/UFRJ (2014); Mestrado em Ciência da Informação, pelo IBICT/UFRJ (2002); Graduação em Ciências Sociais, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro/UFRJ (1991); Graduação em Letras Português/Literatura, pela Sociedade de Ensino Superior Estácio de Sá/UNESA (2006). II. Temas de Pesquisa: Atuação na área de Ciência da Informação, Ciências Sociais, com ênfase nos temas: memória, patrimônio, centros de documentação, ética na ciência, gestão do conhecimento. III. Participação em grupos de pesquisa do CNPq: Estudos em Epistemologia, Ética e Política de Informação/UFF (pesquisador); Informação, Memória e Sociedade/IBICT (pesquisador); Desenvolvimento de métodos e técnicas para preservação do conhecimento gerado pelas pesquisas do IEN (pesquisador)
Luana Farias Sales, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Doutora em Ciência da Informação pelo Programa de Pós-Graduação do IBICT/UFRJ (2011-2014). Mestre em Ciência da Informação pelo convênio UFF/IBICT (2004-2006), Graduação em Biblioteconomia e Documentação pela Universidade Federal Fluminense (2003). Atualmente é Analista em C&T da CNEN, atuando como Bibliotecária-Chefe do Instituto de Engenharia Nuclear e líder da área Temática Gestão do Conhecimento Nuclear. Atua ainda como professora da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO, ministrando disciplinas relacionadas à Organização do Conhecimento. Tem experiência na área de Ciência da Informação, com ênfase em Organização do Conhecimento, Representação e Recuperação de Informações, atuando principalmente nos seguintes temas: Taxonomias, Ontologias, Vocabulários Controlados, Tesauros, Terminologia e Software de Tesauro. Possui interesse em tópicos ligados à Comunicação Científica, Tecnologia de Informação e Gestão do Conhecimento e desenvolve pesquisas especificamente nas temáticas de e-Science, curadoria digital de dados de pesquisa, biblioteca digital, metadados, repositórios institucionais, repositórios de dados, Sistemas CRIS e objetos digitais.
Publicado
2017-10-19
Seção
Resumos de artigos científicos