Documentary fragments, pop-politics, and fascism

  • Ronald Day IBICT/UFRJ

Resumo

Neste artigo se discute o papel de parte da mídia social no retorno de uma política fascista. Argumentar-se que ao lado ou ao contrário de uma consciente inteligência coletiva emergindo através da Internet, há uma inconsciência coletiva ocupando a esfera política, deslegitimando as instituições modernas dos documentos verdadeiros baseados em evidências, e a construção institucional dos fatos.

Palavras-chave: Internet. Mídias sociais. Fascismo. Trump.

Link: http://revista.ibict.br/fiinf/article/view/3834/3176

Biografia do Autor

Ronald Day, IBICT/UFRJ
Doutoranda em Ciência da Informação pelo IBICT/UFRJ. Mestra em Ciência da Informação - UFPB. Graduada em Biblioteconomia.
Publicado
2017-10-19
Seção
Resumos de artigos científicos