A evolução do pensamento da reforma curricular nos cursos de arquivologia: uma análise histórica

Resumo

O curso de Arquivologia e o profissional arquivista também sofreram impactos devido às transformações ocorridas na sociedade nas últimas décadas, principalmente no que diz respeito às novas demandas da sociedade da informação e da necessidade de mudanças nas práticas profissionais em relação ao acesso aos arquivos. A reflexão sobre suas funções, novas habilidades necessárias para atender a uma nova demanda social são temas recorrentes em pesquisas da área. O presente artigo procura demonstrar a evolução no processo da formação profissional desde os primórdios do pensamento da construção de um currículo de formação, através de revisão de literatura e análise dos estudos realizados que foram levantados. Apresenta ainda um histórico da formação e escolas de pensamento arquivístico internacionais e nacionais com o intuito de promover uma reflexão sobre a mutabilidade e flexibilidade dos currículos dos cursos de Arquivologia. Demonstra uma forte presença de disciplinas voltadas para a gestão documental e uma presença tímida, mas crescente, de disciplinas voltadas para a difusão da informação.

Palavras-chave: Arquivologia. Currículo. Formação profissional.

Link: http://racin.arquivologiauepb.com.br/edicoes/v4_n2/racin_v4_n2_artigo02.pdf

Biografia do Autor

Gláucia Aparecida Vaz, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG
Doutoranda em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Mestra em Ciência da Informação e Graduada em Biblioteconomia pela UFMG.
Publicado
2017-10-19
Seção
Resumos de artigos científicos