Relações raciais e mediação da informação: breves considerações

  • Fernando Cruz Lopes Secretaria de Educação do Estado de São Paulo http://orcid.org/0000-0003-0583-2132
  • Sueli Bortolin Universidade Estadual de Londrina - UEL
  • Maria Nilza Silva Universidade Estadual de Londrina - UEL

Resumo

Esta pesquisa partiu da percepção de que existem poucos trabalhos que conceituam a discussão étnico-racial na Ciência da Informação brasileira. Situação que deve ser considerada preocupante, visto que o Brasil é um país em que a realidade étnico-racial foi por muito tempo tratada como igualitária. No entanto, o negro brasileiro é subjugado e dominado pelos mais diferentes sistemas sociais, isso, desde o uso de palavras para afirmação da identidade, até pontos de ação estética em que prevaleça a beleza negra, portanto afirmar-se de origem afro é muito difícil para uma parcela da população, onde o racismo e preconceito ainda estão impregnados. O objetivo deste ensaio é relacionar o ponto de intersecção entre os estudos de mediação da informação e relações raciais na Ciência da Informação. Quanto a metodologia realizou-se uma revisão bibliográfica, a fim de perceber o que já foi discutido na Ciência da Informação acerca do negro. Para tanto, também foi necessário discutir a formação dos Estudos Culturais e de que forma esses estudos influenciaram os pesquisadores da Ciência da Informação. Obteve-se como resultados uma baixa recuperação de trabalhos produzidos na área que abordem a temática etnico-racial. Contudo os trabalhos se encaixavam em discussões pragmáticas acerca de cultura e, portanto de mediação da informação. A construção de um corpus téorico sobre as discussões e mediação dependem de mais trabalhos que tratem da Ciência da Informação por um viés da cultura.

Palavras-Chave: Mediação da Informação; Identidade Racial; Ciência da Informação; Relações ÉtnicoRaciais.

Link: http://abecin.org.br/portalderevistas/index.php/rebecin/article/view/65/pdf

Biografia do Autor

Fernando Cruz Lopes, Secretaria de Educação do Estado de São Paulo
Possui graduação em Licenciatura plena em História pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2007) e graduação em Biblioteconomia pela Universidade Estadual de Londrina (2013). Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina (2014).
Sueli Bortolin, Universidade Estadual de Londrina - UEL
Doutorado em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Brasil(2010)
Coordenadora TCC do curso de Biblioteconomia da Universidade Estadual de Londrina.
Maria Nilza Silva, Universidade Estadual de Londrina - UEL
Foi pesquisadora convidada e realizou o Pós-Doutoramento no Centre d' Analyse et d' Intervention Sociologiques, junto a École des Hautes Études en Sciences Sociales - CADIS/EHESS em Paris entre maio de 2010 e abril de 2011. No período foi bolsista da Capes. Concluiu o Doutorado em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo em 2004. Foi bolsista produtividade de março de 2009 a fevereiro de 2015. Atualmente é Professora Titular da Universidade Estadual de Londrina, com atuação no curso de Graduação e Pós-Graduação em Ciências Sociais. Foi membro da Comissão Técnica Nacional de Diversidade para Assuntos Relacionados à Educação dos Afro-Brasileiros - CADARA, do Ministério da Educação de 2006 a 2010. Atua na área de Sociologia com ênfase em Relações Raciais, População Afro-Brasileira, Sociologia Urbana e Migração. Desde junho de 2013 coordena o Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros da UEL.
Publicado
2017-10-19
Seção
Resumos de artigos científicos