Processos de aprendizagem para a acumulação de capacidade tecnológica: um estudo em empresas do setor de bens de capital no Brasil

  • Antonio Lacono Universidade Federal Fluminense, Brasil.
  • Marcelo Seido Nagano Universidade de São Paulo, Brasil.

Resumo

Este artigo tem por objetivo analisar os processos e mecanismos de aprendizagem para a acumulação de competências tecnológicas em empresas. Para alcançar tais objetivos realizou-se um estudo exploratório, de abordagem qualitativa com 44 empresas do setor de bens de capital mecânico no Brasil. O estudo revelou que as empresas pesquisadas pouco desenvolvem seus processos e mecanismos de aquisição e conversão de conhecimentos. Há uma maior preocupação em codificar o conhecimento já existente do que em adquirir novos conhecimentos. Apesar de as empresas apresentarem mecanismos diversificados, em termos de intensidade ainda se mostram de maneira esporádica ou intermitente. A baixa intensidade contínua dos processos de aprendizagem torna os mecanismos de aprendizagem não suficientes para promoção da aprendizagem organizacional, restringindo-se apenas à aprendizagem individual. Esses resultados são relevantes para uma ampla gama de setores industriais nas economias emergentes.

Palavras-Chave: Aprendizagem Tecnológica. Capacidade Tecnológica. Bens de Capital.

Link: http://periodicos.ufpb.br/index.php/pgc/article/view/27673/17912

Biografia do Autor

Antonio Lacono, Universidade Federal Fluminense, Brasil.
Doutor em Engenharia de Produção pela Universidade de São Paulo, Brasil. Professor da Universidade Federal Fluminense, Brasil.
Marcelo Seido Nagano, Universidade de São Paulo, Brasil.
Doutor em Engenharia Mecânica pela Universidade de São Paulo, Brasil. Professor da Universidade de São Paulo, Brasil.
Publicado
2017-10-23
Seção
Resumos de artigos científicos