As contribuições da documentação no desenvolvimento das práticas bibliotecárias em biblioteca universitária: diálogos com Paul Otlet

  • Jorge Santa Anna UFES
  • Élida Mara Mascarenhas Pieri UFMG

Resumo

Resumo: Este estudo versa acerca das práticas documentárias propostas pela Documentação e refletidas por Otlet e a adesão dessas práticas pelas bibliotecas universitárias da contemporaneidade. Objetiva analisar essas práticas no âmbito de uma biblioteca universitária, destacando os produtos e serviços oferecidos pela referida unidade de informação. Para tanto, apresenta referencial teórico breve sobre os princípios da Documentação com base nas teorias de Otlet e realiza pesquisa documental e observação em um contexto real, haja vista perceber/identificar, no referido contexto, as práticas documentárias elucidadas pela literatura. Em linhas gerais, constataram-se inúmeras práticas documentárias realizadas no ambiente in loco, confirmando que a maioria desses fazeres é realizado no setor de processamento técnico, por meio da elaboração de registros catalográficos, resumos e resenhas, como também a confecção de outros documentos, como manuais de serviço, boletins bibliográficos e livro de Normalização. Além disso, a unidade utiliza de recursos informatizados no intuito de permitir uma maior aproximação entre os usuários, tais como catálogos e bases de dados eletrônicos, assim como o uso das redes sociais, de modo que, por meio do compartilhamento, amplia-se o acesso à informação, por conseguinte, a geração de novos conhecimentos e documentos, tendência essa que confirma a concretização dos ideais de universalização propostos por Otlet.

Palavras-chave: Biblioteconomia. Bibliotecas universitárias. Documentação. Práticas documentárias. Universalização do conhecimento.

Link: https://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/1265/pdf

Biografia do Autor

Jorge Santa Anna, UFES
Possui graduação em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES, 2012). Atualmente, é instrutor de cursos sobre Normalização e Editor de Textos para Trabalhos Acadêmicos e Redação Oficial no Departamento de Pessoas da UFES; mestrando do Programa de Pós-Graduação em Gestão e Organização do Conhecimento da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); bolsista do projeto elaboração e implantação de uma política de periódicos e construção do portal de periódicos de Minas Gerais, financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (FAPEMIG); membro do grupo de pesquisa Informação e sistemas de informação: Estudos de usuários e usos, financiado pelo CNPQ; atua no ramo da consultoria informacional, com foco em normalização, estruturação e revisão de projetos e pesquisas acadêmico-científicas; ministra aulas, cursos e treinamentos sobre metodologia científica e leciona nos cursos de Biblioteconomia e Administração; e é revisor e assessor do periódico Pró-Discente do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFES.
Élida Mara Mascarenhas Pieri, UFMG
Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Gestão e Organização do Conhecimento da Escola de Ciência da Informação da UFMG. Especialista em Gestão de Instituições Federais de Educação Superior (GIFES) pela Faculdade de Educação (FAE) da UFMG. Bacharel em Comunicação Social, com ênfase em Publicidade e Propaganda pelo Centro Universitário Newton Paiva. Servidora Técnico-Adminstrativa em Educação da UFMG.
Publicado
2017-11-10
Seção
Resumos de artigos científicos