Os bibliotecários baianos: compreendendo a evolução de uma profissão

  • Jaires Oliveira Santos UFBA
  • Maria Isabel de Jesus Sousa Barreira UFBA

Resumo

O estudo buscou compreender o espaço de memória ocupado pelos Bibliotecários formados na Universidade Federal da Bahia entre os anos de 1980 a 2012. Nessa perspectiva, lançou-se um olhar sobre alguns aspectos relacionados a formação e atuação profissional, a fim de compreendê-lo enquanto sujeito da memória individual e coletiva responsável pela mediação do conhecimento humano produzido socialmente. Utilizou-se como instrumentos de coleta de dados fontes primárias que integram a memória institucional, tais como livros de atas de colação de grau, assim como, três livros comemorativos, referentes aos 40, 50 e 60 anos da antiga Escola de Biblioteconomia e acervos fotográficos relativos à trajetória da Instituição. A pesquisa caracteriza-se como exploratório documental, pretendeu percorrer as trilhas da memória institucional, onde transitaram pessoas, anseios, sonhos, crises, e, um desejo comum de adquirir uma formação profissional para exercer uma carreira.

Palavras-Chave: Bibliotecários; Memória Institucional; Espaço educativo; Biblioteconomia Baiana

Link: https://www.revistas.usp.br/incid/article/view/105788/127741

 

Biografia do Autor

Jaires Oliveira Santos, UFBA
Doutoranda em Ciência da Informação pelo Programa dePós-graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal da Bahia – UFBA
Maria Isabel de Jesus Sousa Barreira, UFBA
Doutora em Educação pela Universidade Federal da Bahia –UFBA. Professora adjunta da Universidade Federal da Bahia –UFBA.
Publicado
2017-11-10
Seção
Resumos de artigos científicos