Os repositórios das universidades federais do Brasil e suas políticas de informação

  • Claudia Carmem Baggio Universidade Federal de Santa Maria
  • Ursula Blattmann Universidade Federal de Santa Catarina

Resumo

Esta pesquisa tem por objetivo a identificação das políticas implantadas nos repositórios das 63 Universidades Federais do Brasil onde se pôde compreender a importância de fomentar mecanismos para dar visibilidade à produção acadêmica. Utiliza a pesquisa documental como método de coleta de dados nos repositórios institucionais selecionados. Foram selecionados para análise aqueles que contemplam em todo seu escopo aspectos organizacionais, técnicos e legais ou que possuam características de um programa de preservação digital. Entre os resultados destacam-se as 20 IFES que possuem políticas de informação instituídas e disponibilizadas nos seus Websites. A conclusão possibilita oferecer subsídios aos dirigentes dos repositórios para construção de políticas de informação, estas políticas facilitam a organização e a disseminação da informação, o que traz benefícios tanto para a comunidade científica e institucional quanto para a sociedade de um modo geral.

Palavras-chave: Brasil. Política de informação. Política de preservação digital. Preservação digital. Repositório institucional. Universidades Federais.

Link: http://periodicos.unb.br/index.php/RICI/article/view/16942

Biografia do Autor

Claudia Carmem Baggio, Universidade Federal de Santa Maria

Universidade Federal de Santa Maria, Biblioteca Central, Santa Maria, RS, Brasil

Ursula Blattmann, Universidade Federal de Santa Catarina
Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Ciências da Educação, Departamento de Ciência da Informação, Florianópolis, SC, Brasil
Publicado
2017-11-23
Seção
Resumos de artigos científicos