Delimitação do perfil arquivista no mercado laboral: o caso da Força Aérea Brasileira

Autores

  • Priscila Ribeiro Gomes UNIRIO
  • Raquel Fernandes Tavares Força Aérea Brasileira

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2018v13n1.39428

Resumo

Dentre as Forças Armadas brasileiras, a Força Aérea destaca-se entre as demais quanto as contratações de arquivistas. Nos últimos processos seletivos observados para o ingresso destes profissionais notou-se expressivos números de incorporados em todo o Brasil. Na região do Rio de Janeiro evidencia-se o maior número de contratação destes profissionais. Neste sentido, observa-se neste trabalho os atores e perfis dos arquivistas que atuam como militares no serviço ativo da FAB, incorporados entre os anos de 2007 a 2015, como parte do resultado do trabalho apresentado ao Programa de Pós-Graduação em Gestão de Documentos e Arquivos, da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, para obtenção do título de Mestre em Gestão de Documentos e Arquivos, onde foi demonstrado o percurso dos profissionais da área de Arquivologia naquela Instituição.

Palavras-chave: Arquivista. Sociologia das Profissões. Força Aérea Brasileira.

Link: http://www.periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/archeion/article/view/36261/pdf

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Priscila Ribeiro Gomes, UNIRIO

Professora Adjunta do Departamento de Estudos e Processos Arquivísticos (Unirio). Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2013).

Raquel Fernandes Tavares, Força Aérea Brasileira

Arquivista - Oficial da Força Aérea Brasileira. Oficial da Força Aérea Brasileira. Mestre em Gestão de Documentos e Arquivos pela  Universidade Federal do Estado Rio de Janeiro.

Publicado

2018-06-28

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos