A percepção do patrimônio cultural: sistema de gestão e representações.

Autores

  • Luiz Viva PPGCI/ECA/USP.
  • Giulia Crippa PPGCI/ECA/USP.

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2018v13n1.39458

Resumo

O texto apresenta, em linhas gerais, a ideia central do projeto de pesquisa de doutorado em desenvolvimento no PPGCI/USP, que visa propor a uma análise crítica das informações produzidas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN relativas aos bens culturais salvaguardados. O patrimônio cultural é observado na perspectiva de sua representação através dos documentos elaborados pelo órgão e sua apropriação pela sociedade, considerando o espelhamento das normativas legais de preservação em sistemas que operam de modo desarticulado, de acordo com as especificidades tipológicas dos bens salvaguardados. À pesquisa interessa também analisar os processos de patrimonialização adotados pela instituição, à luz de aspectos críticos em relação à manipulação oficial do passado.

Palavras chave: IPHAN. Patrimônio cultural. Preservação cultural.
Link: https://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/764

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Viva, PPGCI/ECA/USP.

Arqueólogo e arquiteto, doutorando do PPGCI/ECA/USP.

Giulia Crippa, PPGCI/ECA/USP.

Professora Doutora do PPGCI/ECA/USP.

Publicado

2018-06-28

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos