Gestão do Conhecimento aplicado aos desastres naturais: o caso da Defesa Civil

Autores

  • Érico Soriano Universidade Federal de São Carlos
  • Wanda Aparecida Machado Hoffmann Universidade Federal de São Carlos
  • Camila Araújo Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2018v13n1.39772

Resumo

Os Órgãos de Proteção e Defesa Civil no Brasil possuem profissionais competentes para trabalhar na Gestão dos riscos de desastres naturais no país, uma vez que atuam diretamente nas áreas de risco e com os grupos populacionais vulneráveis a estes processos. Neste sentido, o conhecimento tácito e explícito desses profissionais é de grande importância para a prevenção e, principalmente, para as operações realizadas no enfrentamento do desastre e de outros momentos de crise. Porém, esse conhecimento é muitas vezes perdido em função da fragilidade institucional da Defesa Civil, especialmente em seu nível local. Desta forma, buscou-se fazer uma relação teórica sobre a aplicabilidade dos conceitos da Gestão do Conhecimento nos Órgãos de Defesa Civil, de forma a gerar conhecimentos para a melhoria no atendimento às ações de desastres naturais

Palavras-chave: Gestão do conhecimento. Desastres naturais. Defesa Civil.

Link: http://seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/70369/41448

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Érico Soriano, Universidade Federal de São Carlos

Universidade Federal de São Carlos

Wanda Aparecida Machado Hoffmann, Universidade Federal de São Carlos

Universidade Federal de São Carlos

Camila Araújo, Universidade Federal de Uberlândia

Universidade Federal de Uberlândia

Publicado

2018-06-28

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos