Escuela como fábrica de sujeitos: génesis de la modernidad escolar en méxico

Autores

  • Ana María Valle Vázquez Universidade Federal da Paraíba
  • Marco Antonio Jiménez García Universidad Autónoma Metropolitana Unidad Xochimilco (UAMXochimilco),

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2018v13n1.39782

Resumo

Trata-se de um artigo que descreve quatro maneiras nas cuales são evidenciados os exercícios de poder como produção de sujeitos, a saber: a guerra, a luta racial, a disciplina e normalização, isto é mostrado com práticas escolares específicas do México moderno. O método utilizado problematiza a escola como fábrica de sujeitos, usando ferramentas conceituais foucaultianas. Aceitamos, com Foucault, que não trata-se de perguntar aos sujeitos como, por que e em nome de que direito (divino, econômico ou legal) podem aceitar ou deixar someter, mas destina-se a mostrar como as relações de sujeição específicas fabrican aos sujeitos. No exercício do poder nenhum sujeito é neutro, já que é necessariamente sempre o adversário de alguém. Um resultado deste teste é que o professor é um sujeito do exercício do poder da educação escolar básica, onde as relações de poder às que foi submetido o normalista são a distinção racial, a padronização deconhecimento e trabalho medicalizada ao serviço do Estado. Estas relações de força da vida e em a vida são as maneiras como temos defendido a sociedade moderna a que pertencemos.

Palavras chave: Escola moderna, Fábrica de sujeitos, Exercícios do poder, Disciplina, Normalização.

Link: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8648659/16857

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana María Valle Vázquez, Universidade Federal da Paraíba

Graduanda em Arquivologia

Marco Antonio Jiménez García, Universidad Autónoma Metropolitana Unidad Xochimilco (UAMXochimilco),

Doctor en Ciencias Sociales - por la Universidad Autónoma Metropolitana Unidad Xochimilco (UAMXochimilco), Cidade do México, México. Profesor titular de la FES-Acatlán UNAM.

Publicado

2018-06-28

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos