Gênero e sexualidades em tempos instáveis: mídias digitais, identificações e conflitos

Autores

  • Anna Paula Vencato Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2018v13n1.39789

Resumo

Neste texto busco versar sobre o modo como as mídias digitais – com foco nas páginas da internet, blogs e redes sociais - e o cenário político nacional se articulam, embasam e desembocam em polarizações e questionamentos sobre as normas sociais, os preconceitos e as exclusões. Proponho-me a pensar, a partir das redes sociais, na ampliação do debate sobre “liberdade de expressão x discurso de ódio”, para além da emergência de novos sujeitos políticos que reivindicam outras identificações para além das já estabelecidas (em especial quanto às identidades fixas relativas ao gênero e às sexualidades).

Palavras-chave: Liberdade de expressão. Discurso de ódio. Conflito. Mídias digitais. Gênero. Sexualidades.

Link: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8646384/16866

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anna Paula Vencato, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutora em Sociologia e Antropologia - Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) - Rio de Janeiro, RJ - Brasil. Professora adjunta - Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) - Belo Horizonte, MG - Brasil.

Publicado

2018-06-28

Edição

Seção

Resumos de artigos científicos