Uma bibliotecária a serviço da documentação

  • Alexandre Carlos Gugliotta Universidade Federal Fluminense

Resumo

O objetivo do presente artigo é avaliar, a partir da literatura produzida na área, a trajetória de Suzanne Briet. Defende que Suzanne Briet produziu ideias bastante originais e inovadoras em torno do documento, da profissão de bibliotecário e documentalista e da própria Documentação. Apresenta os momentos mais importantes da trajetória da bibliotecária francesa que ajudaram a moldar suas reflexões: as reformas modernizadoras sofridas pela Biblioteca Nacional da França, a viagem aos Estados Unidos e a publicação de seu principal trabalho que lhe conferiu notoriedade. Conclui demonstrando como as novas condições sociais e históricas em que viveu Suzanne Briet permitiram que a mesma repensasse as propostas de Paul Otlet para a Documentação acomodando-as às novas necessidades de um mundo mais dinâmico e complexo.

Palavras-chave: Suzanne Briet. Documentação. Paul Otlet. Biblioteconomia. Bibliotecas. Centros de documentação.

<https://periodicos.furg.br/biblos/article/view/7117>

Publicado
2018-11-25
Seção
Resumos de artigos científicos