Acessibilidade Informacional de PcD No Contexto da Lei de Acesso à Informação: desafios para estudo de usuários.

  • Asa Fujino USP

Resumo

A Lei nº 12.527/2011, conhecida como Lei de Acesso à Informação (LAI), regula o direito de acesso à informação pública, visando a promoção da cidadania e o controle social da gestão pública. A Controladoria-Geral da União (CGU), atual Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle (MTFC), autoridade responsável pelo monitoramento do cumprimento da lei em todo poder executivo, estabeleceu procedimentos para processar pedidos de informação e obrigações relativas à divulgação pró-ativa e ao dever de fornecer dados em formato aberto e não proprietário e as sanções para aqueles que negam o acesso a informações não protegidas por lei. No entanto, na Ciência da Informação, a acessibilidade informacional depende do conhecimento das necessidades de informação do potencial usuário, além dos aspectos que envolvem a infraestrutura para acesso e divulgação, condições fundamentais para o desenvolvimento de mediações que viabilizem o acesso cognitivo e apropriação das informações pelo usuário. Trata-se de uma reflexão sobre os desafios teórico-metodológicos para realização de estudos de necessidades de informação e estudos sobre comportamento na busca de informação do potencial usuário, com o objetivo de subsidiar políticas públicas de informação.

Palavras-chave: Lei de acesso à informação. Estudos de Usuário. Acessibilidade Informacional de Usuários.

Link: http://www.periodicos.ufc.br/informacaoempauta/article/view/20656/31069

Biografia do Autor

Asa Fujino, USP
Professora no Programa de Pós-Graduação em Ciência da informação, da ECA-USP. Doutora em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da USP. Mestre em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da USP.
Publicado
2018-12-05
Seção
Resumos de artigos científicos