Práticas do pensamento enxuto para a gestão estratégica da informação e do conhecimento

  • Rodrigo Castro Freitas Universidade Federal do Paraná
  • Helena Nunes Silva Universidade Federal do Paraná
  • Ricardo Siebenrok Odorczyk Universidade Federal do Paraná

Resumo

 A aplicação dos princípios do Pensamento Enxuto (Lean Thinking) determina a estrutura e os processos nas organizações que, mediante a eliminação de desperdícios e iniciativas de melhoria contínua, buscam obter melhores níveis de produtividade e eficiência. Nesse cenário, os processos de gestão da informação e do conhecimento organizacional são relevantes, visto que o reconhecimento da importância estratégica da informação e a disseminação do conhecimento entre as diferentes funções da organização são fatores críticos para o alcance de desempenho superior. Assim, o objetivo deste estudo é identificar que práticas do Pensamento Enxuto são fatores facilitadores para a criação e disseminação de conhecimento organizacional. Trata-se de uma pesquisa com base em uma revisão bibliográfica da produção científica desenvolvida no período de 2007 a 2016 sobre estudos que abordaram aspectos da gestão de conhecimento organizacional em contextos de aplicação dos princípios do Pensamento Enxuto, depositados nas bases de dados Scopus, Lista–Ebsco, Emerald, Web of Science e Science Direct. O método adotado é o PRISMA (Preferred Reporting Items for Systematic Reviews). A revisão de literatura evidenciou a existência das seguintes práticas do Pensamento Enxuto, em suas aplicações, que facilitam a criação e disseminação de conhecimento organizacional: estrutura organizacional, autonomia, mecanismos de integração, replicação de conhecimento, ambidesteridade contextual, aprendizagem e uso de ferramentas Lean. As características identificadas nestas práticas tornam possíveis todas as fases do processo de conversão de conhecimento (processo SECI) e estimulam redes de interações nas quais o conhecimento é criado, compartilhado e utilizado pelas pessoas nos ambientes organizacionais. Ainda se concluiu que a aplicação dos princípios do Pensamento Enxuto, via de regra, possibilita ganhos de eficiência e produtividade, que são auferidos pela eliminação de desperdícios nos processos de trabalho e que promove o desenvolvimento de um contexto adequado para a gestão do conhecimento organizacional.

Palavras-chave: Gestão Estratégica. Gestão da Informação. Gestão do Conhecimento. Criação de Conhecimento. Pensamento Enxuto.

Link: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2018v23nespp76 

Publicado
2018-12-05
Seção
Resumos de artigos científicos